segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

RISCO DE CIRCULAÇÃO - Febre amarela pode se espalhar pela América do Sul, alerta OMS

'A medida mais importante de prevenção da febre amarela é a vacinação', diz a OMS (Fonte: Reprodução/Divulgação/Prefeitura de Araxá)

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou para o risco de a febre amarela se espalhar para países vizinhos do Brasil, como Argentina, Venezuela e Paraguai.

De acordo com a organização, os três países podem registrar casos de febre amarela, uma vez que fazem fronteira com estados brasileiros onde o vírus da doença está presente. Além disso, esses países têm ecossistema parecido com o das regiões do Brasil com registro de febre amarela.

Um boletim divulgado na última sexta-feira, 3, pela OMS afirma que as fronteira de Roraima com a Venezuela, do Mato Grosso do Sul com o Paraguai e do Paraná com o Paraguai e com a Argentina são as áreas que devem receber mais atenção.

O último levantamento do Ministério da Saúde aponta para um total de 60 mortes confirmadas por febre amarela no Brasil desde o início do ano, sendo 53 em Minas Gerais, quatro no Espírito Santo e três em São Paulo.Bem Estar

Nenhum comentário:

Postar um comentário