quarta-feira, 9 de agosto de 2017

WORLD TRADE CENTER

Vítima do 11 de Setembro é identificada 16 anos depois

Homem é a 1.641ª vítima identificada. Seu nome foi mantido em sigilo a pedido da família (Foto: Wikipedia)

Uma vítima do atentado de 11 de setembro de 2001 ao World Trade Center, em Nova York, foi identificada 16 anos após o ataque às torres gêmeas. A informação foi dada por médicos legistas de Nova York.

O homem é a 1.641ª vítima identificada e sua identidade, confirmada por um teste de DNA, está sendo mantida em sigilo a pedido da família.

Ao todo, morreram 2.753 pessoas no atentado em que dois aviões de passageiros se chocaram contra as torres gêmeas de Nova York. Quase 16 anos depois do ataque terrorista, ainda há 1.112 vítimas sem identificação – 40% do total. A última vítima havia sido identificada há dois anos.

As identificações têm sido feitas por meio de testes de DNA com base na análise de restos mortais encontrados – sobretudo de fragmento de ossos. “Esse trabalho em curso é vital, porque, com cada nova identificação, temos condições de trazer respostas às famílias afetadas por uma tremenda perda”, disse a médica legista Barbara Sampson, ao jornal New York Times.

O atentado ao World Trade Center foi parte de uma série de ataques coordenados contra alvos nos Estados Unidos, reivindicados pelo grupo terrorista al-Qaeda, na época liderado por Osama Bin Laden.

No mesmo dia, um avião sequestrado por terroristas caiu sobre o Pentágono, na Virgínia, matando 184 pessoas e outro sobre a Pensilvânia, depois que passageiros resolveram enfrentar os sequestradores.BBC

Nenhum comentário:

Postar um comentário