sexta-feira, 31 de outubro de 2014

HAPPY HOUR



Pensamento da Sexta:



Nosso Som:










TENTATIVA DE GOLPE DO PSDB...PENSANDO BEM...

O QUE EXPLICA O GOLPISMO? É APENAS O ANO DE 2026


Alguém se arriscaria a dizer que o ex-presidente Lula não é favorito a vencer as eleições presidenciais em 2018? E que, se tiver saúde, poderá concorrer novamente em 2022, ano do bicentenário da Independência? Se esse cenário se confirmar, o PSDB e a centro-direita terão uma chance de retornar ao poder talvez em 2026; ano em que não existirão mais jornais impressos e que golpistas de hoje já estarão aposentados; só isso explica a ofensiva golpista para tentar mudar, agora, o resultado das urnas, com um auditoria sobre a apuração do Tribunal Superior Eleitoral. 100

A FORÇA DA MULHER BRASILEIRA

Mulheres são responsáveis por 37,3% dos lares brasileiros



Proporção cresce para 39,3% quando considerados os domicílios das áreas urbanas ante 24,8% nos das rurais, segundo estudo do IBGE sobre o senso demográfico de 2010; quando os cônjuges vivem juntos com os filhos, as mulheres são consideradas responsáveis em 22,7% das residências; quando há apenas um dos pais, elas passam a responder por 87,4% dos lares; percentual é maior entre as negras.abr

O HALLOWEEN DE AÉCIO ...O LIBERTADOR

PSDB APELA E QUER RECONTAGEM DOS VOTOS


Partido do candidato derrotado Aécio Neves entrou nesta quinta (30) no Tribunal Superior Eleitoral com um pedido de "auditoria especial" no resultado das eleições; ação, assinada pelo deputado Carlos Sampaio (SP), pede que seja autorizada a criação de uma comissão formada por técnicos indicados pelos partidos políticos para a fiscalização dos sistemas de todo o processo eleitoral; "Nas redes sociais os cidadãos brasileiros vêm expressando, de forma clara e objetiva, a descrença quanto à confiabilidade da apuração dos votos e a infalibilidade da urna eletrônica, baseando-se em denúncias das mais variadas ordens", diz o documento tucano; Dilma Rousseff venceu o pleito do último domingo com 51,64% dos votos contra 48,36% de Aécio; tapetão vai prosperar? 340

COMPORTAMENTO : LEMBRANÇAS


AMORES IMPOSSIVEIS

Amigos e amigas,a certas coisas na vida da gente...
que muita das vezes prendem nossa atenção,
Por exemplo:Quem de nos em nossa história de vida
já não viveu um amor impossível diante da realidades
dos fatos na contextualidade da sociedade em que vivemos.



Afinal são amores deste tipo que engrandecem nossa existência
sejam nos pequenos....Mais profundos momentos vividos,que eles
de fato se tornam inesquecíveis...Desejando sempre que um dia
Ele volte a se repetir.




Aproveite amigo...Amiga quem sabe um desses amores
Não se tornam possíveis para sempre.

Parceria Alckmin-Dilma avança por imposto menor


Governador de São Paulo voltou a dizer nesta quinta-feira 30 que pedirá ao governo federal mais recursos financeiros e a desoneração de impostos a fim de enfrentar a crise de abastecimento de água que atinge o estado; "O governo federal precisa tirar o imposto da água. A presidente Dilma Rousseff prometeu que faria isso há quatro anos", disse o tucano; Geraldo Alckmin argumentou que a pauta já está colocada e é justo que seja atendida sob o ponto de vista social.

Bolsonaro: “Serei o candidato da direita a presidente em 2018″


Deputado federal mais votado no Rio de Janeiro, Jair Bolsonaro (PP) diz que será a candidato à Presidência em 2018 como “representante da direita”; “Sou de direita mesmo e não tenho vergonha de dizer. Vou disputar o Planalto. Se meu partido não me apoiar, mudo de legenda para concorrer”, afirma; ele defende a redução da maioridade penal, a flexibilização das leis trabalhistas, alterações no Bolsa Família, defesa de trabalhos forçados para presidiários.

DEM : Um Partido em extinção

ACM pode ir para o PMDB e levar maioria do DEM


Objetivo do prefeito de Salvador seria manter característica herdada do ex-senador ACM de ficar próximo do governo federal e também sair do isolamento no qual ficou após vitória do PT nas disputas pela presidência da República e pelo governo da Bahia; com a possível articulação com o PMDB, ACM Neto, além de conseguir proximidade com o Planalto, levaria também um número considerável de apoiadores, que ampliariam a base de Dilma; o PMDB conseguiria então um número de deputados maior que o PT e não precisaria de maiores desgastes para controlar a Câmara dos Deputados.

RECADO DO BC FUNCIONA, BOLSA SOBE E DILMA RELAXA



A mensagem do Banco Central chegou ao mercado; Bovespa sobe 2,5%, com ações de bancos disparando; dólar cai 2,6%; Copom presidido por Alexandre Tombini subiu taxa Selic para 11,25%, num sinal de mais ortodoxia na política econômica; nomes cogitados para comandar Ministério da Fazenda, como o do economista Nelson Barbosa, agradam investidores; presidente da Fiat anuncia R$ 15 bilhões em investimentos no Brasil até 2016; com economia voltando a rodar, presidente Dilma Rousseff embarcou para a Bahia; descanso após vencer eleição duríssima. 22

Zuenir Ventura é o novo imortal da ABL


O escritor e jornalista Zuenir Ventura foi eleito nesta quinta-feira 30, em primeiro escrutínio, para ocupar a cadeira 32 da Academia Brasileira de Letras, substituindo o dramaturgo, poeta e romancista Ariano Suassuna, morto no dia 23 de julho deste ano

DESIGUALDADES A BRASILEIRA

Desigualdade de renda é ‘muito maior’ do que se supunha, diz estudo


Os autores, Marcelo Medeiros, Pedro de Souza e Fábio de Castro, refinaram seu estudo, calculando índices de desigualdade para cada ano de 2006 a 2012, dados que apresentam hoje na reunião anual da Anpocs (Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais). A desigualdade medida pelo índice de Gini variou quase nada, de 0,697 até 0,704. Começa o período analisado em 0,697, termina em 0,689.

Medida pelos dados da Pnad, a desigualdade caiu até 2012, para um Gini próximo de 0,5. A Pnad é a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, do IBGE, o grande levantamento anual da situação socioeconômica do país.A trilha aberta pelo trio vai levar outros pesquisadores a fazer seus próprios testes e provocar um debate que deve ir muito além do âmbito especializado.

Um novo “tabelão” da distribuição de renda vai chamar a atenção para os rendimentos do capital, até agora subestimados. A nova base de dados deve sugerir uma revisão de estudos sobre causas da desigualdade pessoal da renda e o que fazer a respeito. Deve lançar luz sobre a mal estudada justiça da divisão do peso dos impostos. Sobre a tributação de trabalho e capital. Sobre a relevância de tributar o patrimônio.

Os pesquisadores recorreram aos dados do IR para estimar a distribuição de renda dos 10% mais ricos da população. É nessa faixa que a renda no IR difere mais daquela captada por pesquisas amostrais, não apenas a Pnad.

De 2006 a 2012, houve mudanças na distribuição da renda dos 90% “mais pobres” da população. Entre os mais ricos, a história parece ter sido outra. Combinando dados do IR e da Pnad, os pesquisadores estimam que a renda total cresceu 50% entre 2006 e 2012. A metade mais pobre ficou com 11% desse acréscimo; os 5% mais ricos, com 50%. O 1% mais rico ficou com 28% do crescimento.

A Pnad é uma pesquisa tecnicamente muito boa, mas pode subestimar a renda dos mais ricos, o que ocorre com outras pesquisas do gênero pelo mundo. Dados do Censo, do mesmo IBGE, indicam essa tendência de subestimação.

Cálculos de desigualdade baseados no IRPF, por sua vez, diferem também daqueles baseados no Censo. O IR, claro, não é uma pesquisa, mas um registro formal de declaração de renda que trata de parte minoritária da população (em 2014, foram entregues 26,8 milhões de declarações).

Como os próprios pesquisadores reconhecem, o assunto é ainda tecnicamente controverso; não há metodologia “preto no branco” para fazer tais contas. “Nosso estudo é uma primeira estimativa.

As tendências gerais parecem claras, mas os números exatos ainda precisam ser interpretados com muita cautela. Nossa metodologia combina dados muito diferentes e depende de uma série de decisões que são um tanto arbitrárias. Tem suas fragilidades.” unisinos

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

LULA LÁ

"VEJA FEZ O MELHOR PANFLETO DA CAMPANHA DO AÉCIO"



Em vídeo divulgado nesta quinta-feira 30, ex-presidente Lula fez uma análise, um desabafo e uma crítica contundente à revista Veja; "Essa revista odeia o PT, odeia os governos do PT, nós temos de entender isso e não ter azia por causa disso", assinalou Lula; "Se você olha a revista Veja achando que ela é uma revista de informação, você fica nervoso pelo monte de mentiras que tem nela. Mas se você olha para ela como um panfleto da campanha do Aécio Neves, ai você entende", disse; ele próprio deu sua posição: "Faz muito tempo que eu não leio a revista Veja"; sob risco de ser condenada por crime eleitoral e ter de conceder novo direito de resposta ao PT, publicação de Gianca Civita, dirigida por Fábio Barbosa e Eurípedes Alcântara, está em apuros

PF suspeita de armação em depoimento de Youssef, diz jornal


O jornal O Globo traz em sua edição desta quarta-feira 29 uma informação que pode ajudar a elucidar a história por trás da “bala de prata” da oposição contra Dilma Rousseff (PT), a indicação, feita pelo doleiro Alberto Youssef, de que a presidente reeleita e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tinham conhecimento do esquema de corrupção na Petrobras.

Segundo o jornal, os investigadores suspeitam que a declaração do doleiro pode ter sido forçada pela defesa para influenciar o resultado do segundo turno das eleições.

A Polícia Federal investiga como o depoimento de Youssef vazou e, segundo a reportagem do Globo indica, suspeita da ação da defesa do doleiro. De acordo com o jornal, Youssef prestou depoimento na terça-feira 21, como vinha fazendo normalmente, e não citou Lula ou Dilma.

Na quarta-feira 22, diz o jornal, um dos advogados de Youssef pediu para “fazer uma retificação no depoimento anterior”. No interrogatório, afirma o Globo, o advogado “perguntou quem mais, além das pessoas já citadas pelo doleiro, sabia da fraude na Petrobras”.

Youssef disse, prossegue o jornal, “acreditar que, pela dimensão do caso, não teria como Lula e Dilma não saberem”. A retificação acabou exatamente neste trecho.

No dia seguinte, a quinta-feira 23, antecipando sua circulação semanal em um dia, Veja publicou as declarações de Youssef a respeito de Lula e Dilma. Segundo a reportagem da revista, o doleiro não apresentou provas e elas não foram solicitadas.carta

Papa responde aos que o chamam de comunista


O Papa Francisco apelou hoje à defesa dos direitos dos trabalhadores e das suas famílias, durante um encontro com os participantes no primeiro encontro mundial de Movimentos Populares.

“Digamos juntos, de coração: nenhuma família sem casa, nenhum camponês sem terra, nenhum trabalhador sem direitos, nenhuma pessoa sem a dignidade que o trabalho dá”, declarou, perante trabalhadores precários e da economia informal, migrantes, indígenas, sem-terra e pessoas que perderam a sua habitação.

O encontro é promovido até quarta-feira pelo Conselho Pontifício Justiça e Paz (Santa Sé), em colaboração com a Academia Pontifícia das Ciências Sociais.

“Não existe pior pobreza material do que aquela que não permite ganhar o pão e priva da dignidade do trabalho. O desemprego juvenil, a informalidade e a falta de direitos trabalhistas não são inevitáveis, são o resultado de opção social prévia, de um sistema econômico que coloca os lucros acima do homem”, defendeu o Papa.

A intervenção alertou para o “escândalo da fome” e as consequências da “cultura do descartável”, condenando os “eufemismos” que se utilizam para falar do “mundo das injustiças”.

“Este sistema já não se consegue aguentar. Temos de mudá-lo, temos de voltar a levar a dignidade humana para o centro: que sobre esse pilar se construam as estruturas sociais alternativas de que precisamos”, explicou.

Francisco criticou o “império do dinheiro” que exige a “guerra”, o comércio de armamentos, para a sobrevivência de “sistemas económicos”.

O Papa agradeceu aos participantes pela sua presença no Vaticano para “debater tantos graves problemas sociais que afetam o mundo de hoje” desde a perspetiva de quem sofre a desigualdade e a exclusão “na sua própria carne”.

“Terra, teto e trabalho. É estranho, mas se falar disto, para alguns parece que o Papa é comunista”, começou por referir, antes de recordar que “o amor pelos pobres está no centro do Evangelho”.

“Terra, teto e trabalho, aquilo por que lutam, são direitos sagrados. Reclamar isso não é nada de estranho, é a Doutrina Social da Igreja”, assinalou.

O Papa pediu que se mantenha viva a vontade de construir um mundo melhor, “porque o mundo se esqueceu de Deus, que é Pai, ficou órfão porque deixou Deus de lado”.

Num discurso de cerca de meia hora, Francisco referiu que a presença dos Movimentos Populares é um “grande sinal”, porque estão no Vaticano para “pôr na presença de Deus, da Igreja, uma realidade muitas vezes silenciada”.

“Os pobres não só sofrem a injustiça mas também lutam contra ela”, precisou.

Jesus, acrescentou, chamaria “hipócritas” aos que abordam o “escândalo da pobreza promovendo estratégias de contenção” para procurar fazer dos pobres “seres domesticados e inofensivos”.

O discurso papal abordou ainda os temas da paz e da ecologia, para além das questões centrais do emprego e da habitação.

“São respostas a um anseio muito concreto, algo que qualquer pai, qualquer mãe quer para os seus filhos. Um anseio que deveria estar ao alcance de todos, mas que hoje vemos com tristeza que está cada vez mais longe da maioria”, sublinhou Francisco.

O Papa convidou os participantes a prosseguirem com a sua luta, “que faz bem a todos”, e deu-lhes como presente uns terços fabricados por artesãos, ‘cartoneros’ e trabalhadores da economia popular na América Latina.ae

MAIS UM BUCEFALO A SOLTA

Antigo dono da Tilibra lamenta que Dilma não tenha morrido num acidente de avião



Em artigo num jornal de Bauru, onde mora, o empresário Ricardo Coube — da família que fundou a Tilibra — lamentou que Dilma não tenha morrido num acidente de svião semelhante ao que matou Eduardo Campos.

“Como somos muito religiosos, podemos rezar para algum avião cair, mas com as pessoas certas, e não Eduardo Campos”, escreveu ele.jcnet

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

A BURRICE...SEGUNDO JABOR DO APOCALIPSE

JABOR SUGERE QUE BRASIL COLOCOU “BURRICE” NO PODER


Em sua coluna desta terça-feira 28, o colunista Arnaldo Jabor discorre sobre as diferenças entre a ignorância e a burrice e constata algumas grandes asneiras. Uma delas, que "mesmo inconscientemente,
aqui e lá fora, a sociedade está faminta de algum tipo de autoritarismo". "Sente-se um vazio com a democracia", diz.

Segundo Jabor,"a burrice tem avançado muito" no Brasil, enquanto "a ignorância forma um contingente imenso de eleitores". Sobre as eleições, depois de falar que "Bush se orgulhava de sua burrice", afirma:
"Aqui, também assistimos à vitória da testa curta,o triunfo das toupeiras".

"Nosso futuro será pautado pelos burros espertos, manipulando os pobres ignorantes. Nosso futuro está sendo determinado pelos burros da elite intelectual numa fervorosa aliança com os analfabetos.Como disse acima,a liberdade é chata, dá angústia. A burrice tem a 'vantagem' de 'explicar' o mundo. O diabo é que a burrice no poder chama-se 'fascismo'", constata.742

A ' LUA DE MEL ' DO MERCADO NO BRASIL

MERCADO TEM VIRADA E PREVÊ "LUA-DE-MEL" COM DILMA


Um dos maiores críticos do primeiro governo Dilma Rousseff no mercado internacional, diretor de pesquisas da Nomura Securities a maior corretora do Japão,vê cenário muito favorável para o Brasil no pós-eleição; Toni Volpon aponta "lua-de-mel" com o mercado global a depender da escolha da presidente para ministro da Fazenda; com Bovespa fechando em alta de 3,62% e dólar em baixa de 1,9% na terça-feira 28, ficou provado que nome do setor financeiro, como o do presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, na Fazenda, agrada investidores; Dilma joga com calma, ganha tempo e detém a iniciativa. 69

UMA MÍDIA CULTURAL

DILMA: "COMO SETOR ECONÔMICO, MÍDIA PRECISA DE REGULAÇÃO"



Na quarta entrevista que concedeu à imprensa brasileira após a reeleição, a presidente Dilma Rousseff disse, nesta terça (28), no SBT, que não irá regulamentar a mídia "no sentido de interferir na liberdade de expressão", mas defendeu uma regulação do setor. "Sou de uma época que vivi sob a ditadura e sei o valor da liberdade. Mas como setor econômico, porque a mídia não é só setor cultural, vamos discutir uma regulação, mas antes de fazer vamos discutir muito", afirmou; ela também comentou a capa da revista Veja, divulgada quatro dias antes das eleições que a acusava de saber tudo o que ocorria no esquema de corrupção dentro da Petrobras; "Eu mesma fui vítima de um vazamento seletivo estranhíssimo no últimos dias da minha campanha", disse. 12

O IRMÃO DA PRESIDENTA

Terminada a eleição, Estadão esclarece quem é o irmão de Dilma


Adepto da filosofia budista e ex-hippie, Igor Rousseff, advogado de 67 anos que agora tenta criar tilápias, é o único irmão da presidente reeleita. Ele mora há quase duas décadas na pequena e bucólica Passa Tempo, cidade no interior de Minas Gerais com cerca de 8 mil habitantes e duas dezenas de cachoeiras. Ontem à noite ele recebia, em sua pequena casa com portão baixo de madeira e um fusca verde na garagem, amigos que entravam sem bater para cumprimentá-lo pela vitória da irmã.

Igor estava com Valquiria Faleiro, de 47 anos, chefe do setor de contabilidade da prefeitura de Passa Tempo, sua mulher desde 2006. Ele voltou no sábado de Brasília para poder votar na irmã. Durante a semana, com Dilma em seus últimos compromissos de campanha, resolveu ficar com a mãe de 91 anos, que está doente, no Palácio do Planalto. Lá assistiu, sozinho em um quarto de hóspede, ao último debate presidencial. Menos de 24 horas depois estava no centrinho de Passa Tempo de chinelos e bermuda, comprando uma caixinha de cervejas no único mercado da cidade.

“Achei que era fantasma e não me enxergavam”, disse ao ser abordado pela reportagem do Estado no fim da tarde de sábado, tentando ironizar as acusações, feitas pela campanha de Aécio Neves (PSDB), de que teria sido funcionário fantasma da prefeitura de Belo Horizonte entre 2003 e 2009. Em seguida, aceitou conceder entrevista exclusiva no “puxadinho” com churrasqueira que construiu no quintal de casa. “Demorei quatro anos pra fazer esse ‘puxado’, pedreiro aqui tá muito caro. Custa R$ 120 por dia de serviço”, contou.

Aposentado há dois anos, Igor busca incrementar a renda com um projeto para tentar entrar no mercado de criação de tilápias.“Tem gente que vende por R$ 50 o quilo do filé da tilápia. Estou com outro colega em um negócio que pode render 300 toneladas (por mês)”, afirma. Antes, ele ocupou funções diversas já foi desde controlador de voo em São José dos Campos a porteiro de hotel de luxo em Quebec, no Canadá.estadão

VARIAS HISTÓRIAS DE UM MESMO DESTINO

Suzane von Richthofen se casa com sequestradora em presídio


Os cerca de 12 anos de prisão foram transformadores para a vida da ex-estudante Suzane von Richthofen.

Condenada a 38 anos e seis meses pela morte dos pais, em outubro de 2002, atrás das grades Suzane se tornou evangélica, conselheira de outras detentas e, agora, inicia uma nova vida.

Abriu mão de lutar pela herança dos pais, tenta se reaproximar do irmão e, desde setembro, está casada.

Suzane trocou a ala das evangélicas, que sempre ocupou em Tremembé (interior paulista), e passou a habitar a ampla cela das presas casadas, onde divide espaço com mais oito casais.

Para poder dormir com seu novo amor, a ex-estudante teve de assinar um documento de reconhecimento de relacionamento afetivo, exigido para todas as presas que resolvem viver juntas.

Em Tremembé, esse papel funciona com uma certidão de casamento. Permite o convívio marital, mas também impõe algumas regras de convivência aos casais.

Após assinatura desse compromisso, por exemplo, caso se separe, a presa não poderá voltar à cela especial – única destinada a casais –num prazo de seis meses.

A mulher de Suzane, Sonia Regina Gomes, condenada a 27 anos de prisão pelo sequestro de uma empresária em São Paulo, teve de cumprir a quarentena para pode ser casar novamente.


No começo deste ano, Sonia havia se casado com a também famosa Elize Matsunaga, 32, presa pela morte e esquartejamento do marido Marcos Kitano Matsunaga, 41, em junho de 2012.

O relacionamento entre Elize e Sonia terminou, segundo relato de pessoas ligadas ao ex-casal, justamente em razão de Suzane.

As três trabalhavam na fábrica de roupas da prisão, onde Suzane ocupa cargo de chefia. O triângulo amoroso rompeu a amizade entre elas.

O novo amor é apontado com um dos motivos para Suzane ter aberto mão do direito de passar os dias fora da prisão. Em agosto passado, a juíza Sueli de Oliveira Armani, de Taubaté (a 140 km de São Paulo), concedeu a chamada “progressão de regime”.

Os advogados tentavam essa decisão desde final de 2008 e começo de 2009. Surpreendentemente, Suzane pediu à magistrada para adiar sua ida para o regime semiaberto.

Se fosse agora, teria de ir para outra unidade, já que a unidade feminina de Tremembé onde elas estão só tem autorização para receber presas em regime fechado.

Por outras penitenciárias por onde passou, Suzane sempre despertou paixões.Em Rio Claro, por exemplo, duas funcionárias do presídio se apaixonaram por ela.folha

TRE - UMA CIDADÃ ACIMA DE QUALQUER SUSPEITA

Pelo Facebook, presidente do TRE de Alagoas se diz decepcionada com vitória de Dilma



A presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE-AL), a desembargadora Elisabeth Carvalho Nascimento, causou polêmica com um desabafo sobre o resultado da eleição presidencial do último domingo, em seu perfil no Facebook.

Claramente contrária à reeleição da petista Dilma Rousseff, a desembargadora se disse decepcionada com as “pessoas esclarecidas” que teriam “esquecido do mensalão”, que ela classificou como “desGoverno”.

No desabafo, já retirado do ar, a presidente da Justiça Eleitoral Estadual diz que sua decepção não é com o que chama de “miseráveis do Bolsa Família”, e que entre os motivos de estar decepcionada com o resultado estão o alto índice de analfabetismo, a degradação da saúde, educação, segurança pública, inflação alta, superfaturamento de obras da Copa, e os escândalos mais recentes da “Petrobrás, Passadena, Roberto Costa e o doleiro Youssef”.

“Os esclarecidos esqueceram deles mesmo, dos seus filhos, dos seus irmãos! Espero um dia, esquecer toda minha decepção”, encerra o desabafo..tnh1

terça-feira, 28 de outubro de 2014

No Dia do Servidor, Dilma agradece “dedicação”


"O esforço diário de vocês torna as políticas públicas realidade", escreveu a presidente na mensagem enviada aos servidores públicos; "Se hoje temos um Brasil mais justo e mais forte, que pode celebrar conquistas como a superação da extrema pobreza, a redução das desigualdades e o maior acesso à educação e à saúde, é porque contamos com a atuação competente e o compromisso verdadeiro de cada servidor público deste País", acrescentou.


A VIDA É BELA

ITÁLIA NEGA EXTRADIÇÃO A PIZZOLATO, QUE SERÁ SOLTO


Ex-diretor do Banco do Brasil, condenado na Ação Penal 470, o 'mensalão', será solto nas próximas horas, segundo seu advogado, Alessandro Sivelli, depois que a Justiça italiana negou o pedido do governo brasileiro para que fosse extraditado e cumprisse sua pena no Brasil; ele foi condenado a 12 anos e 7 meses por corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro; Henrique Pizzolato fugiu para a Itália antes do julgamento do STF e está preso desde fevereiro por uso de documento falso; pesou sobre a decisão, segundo o advogado, "a denúncia sobre as condições das prisões no Brasil" e o fato de ele ter cidadania italiana.60

NOVOS RUMOS DA ECONOMIA

NA CABEÇA DE DILMA, OS NOVOS RUMOS DA ECONOMIA



Nomes já não faltam para a presidente Dilma Rousseff montar nova equipe econômica; tempo ela conseguiu, ao demarcar claramente que novo ministério não sairá imediatamente, mas até dezembro; mercado entendeu, com bolsa em alta hoje e recuperação das ações da Petrobras; a questão é saber para qual lado Dilma vai pender; nome do futuro ministro será sinal positivo para investidores, caso contemple Luiz Carlos Trabuco, do Bradesco, na Fazenda, e Eduardo Loyo, do BTG Pactual, no BC; setor industrial seria agradado com escolha por Josué Gomes da Silva, da Coteminas, e espaço para Abílio Diniz, no Desenvolvimento; políticas anticíclicas ganhariam força com Aloizio Mercadante no lugar de Guido Mantega e Alexandre Tombini permanecendo no BC; ex-secretário Nelson Barbosa indicaria solução rigorosamente técnica; façam suas apostas. 48

"OH ! MINAS GERAIS...QUEM TE CONHECE NÃO TE ESQUECE JAMAIS"

Por que a Minas de Aécio deu a vitória a Dilma



Uma das certezas desse fim de eleição é que os ignorantes de sempre culparão os nordestinos ignorantes pela derrota de Aécio Neves e proporão um racha.

Estarão errados, mais uma vez, não apenas pelo julgamento odioso. O Nordeste escolheu Dilma maciçamente inclusive Pernambuco, onde a viúva de Eduardo Campos declarou apoio a Aécio Neves, mas decidiu o pleito com a ajuda inestimável dos mineiros.Em Minas, o ex-governador perdeu por 52,4% a 47,6%. São cerca de 500 mil votos de diferença.

Para quem se jactava de ter deixado o cargo com 92% de aprovação, número nunca comprovado, e falava de seu estado com um tom de apropriação, foi uma paulada.Aécio não apenas não elegeu o candidato de seu partido em MG como apanhou de uma conterrânea que, como ele, passou muito pouco tempo por lá.

A nacionalização de Aécio, trazida pela campanha, mostrou aos habitantes de Minas um homem que eles talvez desconfiassem que não fosse grande coisa. Mas como saber ao certo com uma imprensa totalmente vendida e uma propaganda oficial diuturna?

Durante sua gestão e a de Anastasia, não foram publicadas notícias sobre o aeroporto construído em terras do tio, sobre o nepotismo, sobre as verbas publicitárias para veículos de comunicação da família etc.

Isso só veio à tona nos últimos anos e mesmo assim com uma imprensa de Rio e SP jogando a favor.

Aécio termina 2014 como um nome nacional, com um capital eleitoral forte num país dividido, recordista de votos no PSDB, mas derrotado. Terá pela frente dois concorrentes com sangue nos olhos: José Serra e Geraldo Alckmin, ambos de São Paulo.

Os dois estavam com Aécio em seu discurso pós derrota. Claramente ressentido, Aécio não dirigiu palavra à mineirada.

“Eu deixo essa campanha ao final com o sentimento de que cumprimos o nosso papel. São Paulo retrata de forma mais clara o sentimento que tenho no meu coração pelo cumprimento da minha missão: combati o bom combate, cumpri minha missão e guardei a fé”, disse, citando São Paulo numa das cartas a Timóteo.

Minas livrou o Brasil de seu filho.dcm

MINAS : A INSUSTENTAVEL LEVEZA DO SER

'Nem na pior projeção do PSDB, Aécio perderia em MG'


Afirmação é do presidente do PSDB mineiro, deputado Marcus Pestana; segundo o tucano, a derrota do ex-presidenciável Aécio Neves no estado, onde governou por oito anos, foi determinante para que ele perdesse a eleição; "Eu estou muito triste. Nem na nossa pior projeção a gente pensaria em um resultado desse, depois de o Aécio sair [do governo] com 92% de aprovação e fazer o que fez em Minas", afirmou; presidente Dilma (PT) alcançou 52,41% dos votos válidos no estado, contra 47,59% de Aécio, uma diferença de 550 mil votos.62

O BOM COMPANHEIRO...Xiiiiii

SETUBAL SAI DA OPOSIÇÃO E AGORA APOIA DILMA


O banqueiro Roberto Setubal, dono do Itaú Unibanco, banco que se engajou, primeiro, na campanha de Marina Silva e, depois, na de Aécio Neves, além de ter fomentado um discurso alarmista contra o Brasil em publicações internacionais, agora é Dilma; "Finalizada a disputa eleitoral, acredito que todos devem trabalhar e colaborar com objetivo de melhorar o País. Este também é o compromisso do Itaú Unibanco, que reafirma sua confiança no Brasil, reforçado pela nossa crença num futuro melhor para a nação, sempre em torno da união e do diálogo, dos investimentos e de mais cidadania", disse ele; no primeiro governo Dilma, Itaú foi multado em R$ 18 bilhões pela Receita Federal. 28


OAB ...UMA LUZ NO FIM DO TÚNEL

OAB repudia discriminação a nordestinos e estimula denúncia


"O Brasil é uma nação plural, tolerante e respeitosa. Essas manifestações preconceituosas contra nordestinos advêm de uma minoria e merece ser repudiada pela sociedade brasileira", disse o presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho.

A PODRIDÃO DE FHC CONTINUA NA REDE

Insultos a nordestinos tomam conta das redes sociais com vitória de Dilma


Uma enxurrada de comentários preconceituosos contra nordestinos tomou conta das redes sociais – sobretudo no Twitter – na noite deste domingo (26), logo após a confirmação da reeleição de Dilma Rousseff (PT) à Presidência da República.

“Povo nordestino tbm é burro para ****, bolsa família aumenta mas a inflação aumenta o dobro. Vão estudar, seus cangaceiros fdp”, disparou um tuíte. “


Dilma venceu a eleição em todos os estados do Nordeste.

MAIS PODRIDÃO II...O BUCEFALO

Coronel Telhada: “Chegou a hora de separar São Paulo do resto desse país”


Deputado estadual eleito em São Paulo, Coronel Telhada (PSDB) usou as redes sociais para manifestar sua indignação com a reeleição de Dilma Rousseff (PT) à Presidência da República, que venceu o tucano Aécio Neves no segundo turno da eleição.

“Mais quatro anos de corrupção e de desgoverno para o Brasil”, escreveu Telhada no Facebook. “Parabéns aos que votaram em Branco e Nulos, vocês condenaram o Brasil com a sua omissão e covardia.”

O deputado estadual eleito disse estar “triste, estou muito triste” e que acha “que chegou a hora de São Paulo se separar do resto desse país”. “Que o Brasil engula esse sapo atravessado”, afirmou.terra

DIGA AOS PETISTAS...QUE FICO!

Lobão volta atrás e diz que não deixará o país


Após dizer que deixaria o Brasil caso a presidente Dilma Rousseff fosse eleita, Lobão volta atrás: "Se é para o bem dos bons e desespero total do PT, diga ao povo que fico!"; nas redes sociais, internautas que defendem voto no PT chegaram a organizar festa de comemoração no dia 26, ironizando o cantor: "Faltam 6 dias para que Dilma seja reeleita e o Lobão se mude do Brasil como prometeu" 271

MÍDIA : O próximo debate a nivel de Brasil

Após reeleição de Dilma, petistas miram debate sobre mídia


A disputa acirrada e marcada na reta final por uma denúncia da revista Veja deixou petistas que cercam a presidente reeleita Dilma Rousseff estimulados a debater um novo marco regulatório para a mídia no país.

Um dos coordenadores de campanha da presidente, o ex-ministro do Desenvolvimento Agrário Miguel Rossetto, disse a jornalistas que essa é uma agenda clara que emergiu do processo eleitoral.

“Na minha opinião, há uma agenda que sai do processo eleitoral clara, que é um amplo debate sobre o papel dos meios de comunicação”, disse Rossetto.

“A conduta da revista Veja exige uma avaliação. A Justiça Eleitoral condenou essa conduta mais uma vez. E as experiências democráticas exigem avaliações permanentes de todas as instituições e de todos os que participam desse processo”, acrescentou o coordenador de Dilma.

Um outro importante assessor da presidente afirmou que o debate sobre um novo marco regulatório da mídia, que inicialmente envolveria apenas a questão societária dos meios de comunicação, ganhou força no governo e no círculo próximo à presidente após o episódio recente envolvendo a Veja.“Isso nos faz pensar mais sobre essa tema”, disse o assessor à Reuters sob condição de anonimato.

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, também esbravejou contra a denúncia da revista e disse que ela não deveria ser levada em conta por se basear em declarações de “um bandido”. Ele também defendeu um novo marco regulatório para a mídia. reuters


domingo, 26 de outubro de 2014

DILMA...PRECISA UNIR UM BRASIL DIVIDIDO AO MEIO

REELEITA, DILMA CLAMA POR PAZ, UNIÃO E MUDANÇAS


"Agradeço, do fundo do mundo do meu coração, ao militante número 1 das causas do povo brasileiro: o presidente Lula", disse a presidente Dilma Rousseff, em seu discurso da vitória; com as urnas apuradas, ela teve 51,6% dos votos, contra 48,4% de Aécio Neves; "Não acredito que essas eleições tenham dividido o Brasil ao meio. Entendo que elas mobilizaram emoções contraditórias, mas movidas por um sentimento comum: a busca de um futuro melhor"; depois de clamar por paz e união, ela afirmou ainda que resultados apertados nas urnas podem promover mudanças mais rápidas e mais profundas; "sei do poder que cada presidente tem de liderar as grandes causas populares. E eu o farei", disse Dilma, num discurso histórico, de arrepiar, em que ela colocou como prioridade de seu segundo mandato a reforma política 429

WAGNER: VITÓRIA ESPECIAL COM REELEIÇÃO DE DILMA


Sem soberba e sem querer criar grandes expectativas durante toda a campanha, o governador Jaques Wagner é um dos principais vitoriosos com a reeleição da presidente Dilma Rousseff neste domingo; ele sai de oito anos de gestão (dois mandatos consecutivos) levando na bagagem a eleição de seu sucessor, Rui Costa (PT), e com 69% dos votos válidos da Bahia para a presidente Dilma neste 2º turno; Wagner começa a dar nova cara à próxima gestão de Dilma, com seu tom pacífico de negociador e com seu poder de articulação.

AÉCIO...O CARA QUE DIVIDIO O BRASIL

AÉCIO: "PRIORIDADE DE DILMA DEVE SER UNIR O BRASIL"


Recebido aos gritos de "Aécio, guerreiro, do povo brasileiro", o senador Aécio Neves agradeceu aos eleitores e disse que ligou à presidente Dilma Rousseff para cumprimentá-la e desejar sucesso ao seu novo governo. "Disse a ela que a prioridade deve ser unir o Brasil"; Aécio fez também um agradecimento especial a São Paulo, já sinalizando que pretende ser o candidato do PSDB em 2018. 35

sábado, 25 de outubro de 2014

VEJA : TIRO NA CULATRA - 1

TSE PUNE ATENTADO DE VEJA CONTRA DEMOCRACIA


Revista, que antecipou sua edição e publicou acusação sem provas contra a presidente Dilma Rousseff, está obrigada a publicar em seu site direito de resposta; atentado terrorista da Editora Abril contra o processo democrático brasileiro não tem precedentes; “A democracia brasileira assiste, mais uma vez, a setores que, às vésperas da manifestação da vontade soberana das urnas, tentam influenciar o processo eleitoral por meio de denúncias vazias, que não encontram qualquer respaldo na realidade, em desfavor do PT e de sua candidata”, diz o início da resposta que a revista terá de publicar; os responsáveis diretos pelo crime contra a soberania popular têm nome e sobrenome; são eles, pela ordem: Giancarlo Civita, controlador da Abril, Fábio Barbosa, presidente da empresa, e Eurípedes Alcântara, diretor de Redação de Veja; delinquência jornalística é punida pelo ministro Admar Gonzaga; no entanto, Veja recorreu ao STF e tenta fraudar distribuição para que a decisão caia nas mãos de Gilmar Mendes.51

VEJA : TIRO NA CULATRA -2

IBOPE: 53% 47%. VOX: 53,4% 46,5%. FOLHA: 52% A 48%


Presidente Dilma Rousseff aparece na frente nas três pesquisas que foram divulgadas nesta noite; no Ibope, sua vantagem é de seis pontos; no Datafolha, de quatro; no Vox Populi, de 6,9 pontos. Ibope coloca a presidente Dilma Rousseff com 53% dos votos, contra 47% do senador Aécio Neves, oscilação ocorreu dentro da margem de erro; na pesquisa anterior, Dilma tinha 54% e Aécio 46%; na pesquisa Datafolha, ela tem 52%, contra 48% do senador Aécio Neves, o que configura empate técnico, no limite da margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos; na Vox, os números são 53,4% a 46,5%; resultado da disputa presidencial mais emocionante de todos os tempos será conhecido neste domingo, às 20h 255

VEJA: TIRO NA CULATRA -3

Pesquisas mostram que crime eleitoral de Veja fracassou


"As pesquisas Datafolha, Ibope e Vox Populi deste sábado mostram que, além de o crime eleitoral de Veja não ter funcionado, a revista ainda terá que arcar com o custo judicial e, consequentemente, financeiro desse repugnante crime eleitoral", diz Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania; capas da revista (isso mesmo, só as capas) foram distribuídas pela campanha de Aécio Neves como santinho eleitoral. 16

VEJA : TIRO NA CULATRA -4

Bandeira de Mello vê "óbvia intenção" de Veja "interferir" na eleição


O jurista Celso Bandeira de Mello criticou duramente a matéria da revista Veja, antecipada em 48 horas, na qual o doleiro Alberto Youssef supostamente responde a um delegado que Lula e Dilma "sabiam de tudo", em referência ao esquema de propina na Petrobras; em nota, ele classifica a matéria foi publicada com a "óbvia intenção de interferir em livre vontade do eleitor, nas quais, sem prova alguma, sem, sequer indícios demonstrados, assacaram contra a Presidente da República e um ex-presidente acusações da mais extrema gravidade" 12

BRASIL E SEUS ILUSIONISTAS LIBERTADORES

AMIGOS E AMIGAS...


TODOS VOCÊS LEMBRAM DO LIBERTADOR E CAÇADOR DE
MARAJÁS DO SÉCULO XX...


ELE SALVARIA O BRASIL DA CORRUPÇÃO E DOS ESCANDALOS...


E TODOS LEMBRAM O FINAL DA HISTÓRIA...

BRASIL DO SÉCULO XXI...

'Vou libertar o Brasil, como meu avô fez com a ditadura', afirma Aécio

EIS QUE AGORA SURJE...UM NOVO LIBERTADOR...


UMA ESPECIE DE 'ANTÔNIO CONSELHEIRO'DA ELITE RAIVOSA NACIONAL...


AMIGOS E AMIGAS...ESTE FILME MUITO DE NÓS JÁ
VIMOS E COM CERTEZA NÃO QUEREMOS VER MAIS....

PENSE NISSO !!

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

O SUCESSO DE DILMA

Empregos, salários e universidades explicam sucesso de Dilma no Nordeste


Resumir a vitória esmagadora da candidata à reeleição Dilma Rosseff (PT) no Nordeste no primeiro turno ao pagamento do Bolsa Família seria minimizar os avanços em várias áreas obtidos da região neste século.

No 1º turno, a petista teve uma vantagem de 12,2 milhões de votos sobre o tucano no Nordeste. Aécio foi o mais votado no Sul, no Sudeste e no Centro-Oeste, mas na soma do país ainda ficou com 8,3 milhões de votos a menos do que a candidata à reeleição, o que mostra a importância do Nordeste na definição do resultado.

As duas pesquisas divulgadas pelo Datafolha nesta semana confirmam o favoritismo da presidente na região no 2º turno. O levantamento mostra que o Nordeste apresenta o maior desequilíbrio entre os candidatos nas intenções de voto. Dilma alcança a marca de 70% dos votos válidos enquanto Aécio não passa de 30%.

Em relação à primeira pesquisa feita pelo Datafolha no segundo turno, entre os dias 8 e 9 de outubro, a vantagem da presidente na região cresceu oito pontos percentuais.

Para especialistas consultados pelo UOL, os votos são reflexo do pujante crescimento econômico, das obras e do triplo de estudantes do ensino superior na região.

Segundo o Banco Central, a economia nordestina cresceu 2,55% no segundo trimestre de 2014. Nenhuma região consegue resultado tão expressivo e a tanto tempo seguido. Pela medição do IBGE, a economia do Brasil encolheu 0,6% de abril a junho.

O crescimento da economia pode ser explicado pelos ganhos econômicos da região.Segundo a PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), entre 2001 e 2012, o nordestino teve o maior ganho de renda entre todas as regiões, o que fez com a participação da base da pirâmide social caísse 66% para 45% ou seja, mais de 20 milhões de pessoas deixaram a pobreza.

Um dos dados que explicam esse ingresso na classe média é a geração de empregos com carteira assinada. Em 2002, 4,8 milhões de nordestinos tinham emprego formal. No final do ano passado, eram 8,9 milhões.
Segundo o Carvalho, o Bolsa Família não é que sustenta a maioria dos nordestino, já que existem menos beneficiários que pessoas que recebem Previdência ou emprego formal que pagam valores bem maiores.

“O Nordeste possui 17 milhões de famílias. Atualmente, são 8,9 milhões de trabalhadores com carteira assinada, 8,7 milhões de previdenciários e 7 milhões de famílias cobertas pelo programa Bolsa Família. Ou seja, a renda, ainda que mínima, chega praticamente a todos os domicílios”, explica o professor de Economia da Ufal (Universidade Federal de Alagoas), Cícero Péricles Carvalho.dcm


HAPPY HOUR



Pensamento da Sexta:



Nosso Som: