quinta-feira, 31 de maio de 2012

Até eles reclamavam!

Monges medievais reclamavam nas margens de manuscritos

Eles faziam pequenos rabiscos ou comentários descontraídos nas margens dos manuscritos (Reprodução/io9)

Os monges medievais eram os trabalhadores entediados de sua época, passando horas a fio copiando manuscritos em cadeiras desconfortáveis e salas geladas. Para se divertir, eles às vezes faziam pequenos rabiscos ou comentários descontraídos nas margens dos manuscritos que estavam copiando. Na nova edição da Lapham’s Quarterly, o autor Colin Dickey explica essas admoestações:

“Com suas reclamações rabugentas – “Estou com muito frio”, “Ai, minha mão” – eles se inserem nos textos sagrados e frequentemente, no processo, perturbam a santidade do trabalho que eles estão supostamente copiando: “Agora eu escrevi a coisa toda: pelo amor de Deus me dê uma bebida.”

Essas interjeições adoráveis e joviais repesentam apenas uma pequena amostra da expressão que pode ser encontrada em manuscritos medievais. Como Michael Camille documenta em Images on the Edge: The Margins of Medieval Art, é nesses comentários marginais que aprendemos sobre o mundo medieval tanto quanto – se não mais – do que nos textos em si. A marginalia pode inclur comentários como esses dos nossos monges infelizes, mas também uma enorme variedade de floreios artísticos e rabiscos.

Aqui está uma série das melhores notas marginais reunidas pela Lapham’s Quarterly.

Notas em manuscritos feitas por escribas e copistas medievais

Pergaminho novo, tinta vagabunda. Não digo mais nada.

Estou com muito frio.

Esta é um página difícil e um trabalho de leitura cansativa.

Que seja permitido que a voz do leitor honre a pena do escritor.

Esta página não foi escrita muito lentamente.

Esse pergaminho está peludo.

A tinta está rala.

Graças a Deus, em breve anoitecerá.

Ai minha mão.

Agora eu escrevi a coisa toda: pelo amor de Deus me dê uma bebida.

Escrever é um trabalho entediante. Encurva as costas, estraga a visão e embrulha o estômago.

São Patrício de Armagh, me salve da escrita.

Enquanto eu escrevi eu congelei, e o que eu não consegui escrever à luz do sol, eu escrevi à luz de velas.

Assim como o porto é bem vindo ao marinheiro, a última linha também o é para o escriba.

Isso é triste! Ó pequenino livro! Chegará o dia quando alguém abrirá esta página e dirá, “Essa mão que escreveu isso já não é mais”.io9

Conversando com você


O arco

O arco é a vida: dele vem toda a energia.

A flecha irá partir um dia. O alvo está longe.

Mas sua vida permanecerá sempre com você, e é preciso saber cuidá-la.

Precisa de períodos de inação – um arco que sempre está armado, em estado de tensão, perde sua potência. Portanto, aceite o repouso para recuperar sua firmeza: assim, quando você esticar a corda, estará com sua força intacta.

O arco não tem consciência: ele é um prolongamento da mão e do desejo do arqueiro. Serve para matar ou para meditar. Portanto, seja sempre claro em suas intenções.

Um arco tem flexibilidade, mas também tem um limite. Um esforço além da sua capacidade irá quebrá-lo, ou deixar exausta a mão que o segura. Da mesma maneira, não exija mais do seu corpo do que ele pode lhe dar. E entenda que um dia a velhice chegará – e isso é uma benção, e não uma maldição.

Para manter com elegância o arco aberto, faça com que cada parte dê apenas o necessário, e não disperse suas energias. Assim, você poderá disparar muitas flechas sem se cansar.
Paulo Coelho

Ele afirma que será.....

Especialista afirma que RIO +20 será um fracasso

Viola: Estados Unidos e China não estão interessados em negociações ambientais. (Foto: Jonas Pereira/ Agência Senado)

O professor titular de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (UnB) e especialista em negociações relacionadas ao clima Eduardo Viola afirmou, nesta quarta-feira(30), que a Conferência Rio+20 não tem condições de ser bem sucedida.

A afirmação foi feita durante audiência pública realizada pela Comissão Mista sobre Mudanças Climáticas para debater a economia verde no contexto da erradicação da pobreza e o papel da governança para o desenvolvimento sustentável.

O professor avaliou que a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20) não terá grandes avanços porque as duas das maiores superpotências – Estados Unidos e China – não estão interessadas em negociações ambientais. “Neste momento, temos três superpotências no sistema internacional: Estados Unidos, União Europeia e China. Dessas três só a União Europeia, mesmo que limitadamente, se orienta para uma economia mais verde. Estados Unidos e China são conservadores e não querem ceder soberania nacional”, explicou.

Na opinião de Eduardo Viola, a Rio+20 vem em um “momento errado da História” e não deve passar de “acordos superdifusos que vão apenas repetir coisas já ditas em conferências anteriores”. Para ele, a Rio+20 só teria condições de sucesso se houvesse profundas mudanças políticas nas três superpotências.

Conselho de Desenvolvimento Sustentável
O professor citou outras transformações necessárias no caminho da sustentabilidade. Entre elas, a criação de uma organização poderosa do meio ambiente, com a introdução de limites planetários nas diversas atividades econômicas. Viola, entretanto, não acredita que essas mudanças acontecerão em um futuro próximo.

O diretor interino do Departamento de Meio Ambiente e Temas Especiais do Ministério das Relações Exteriores, Paulino Franco de Carvalho Neto, defendeu a criação de um Conselho de Desenvolvimento Sustentável, no âmbito da Organização das Nações Unidas (ONU). “O conselho teria mais poderes e um status mais elevado do que a atual Comissão de Desenvolvimento Sustentável, que tem um caráter mais de discussão, com pouco alcance de resultados concretos que interferem nas políticas públicas”, observou.

Carvalho Neto disse que o governo brasileiro defende o reforço do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), estabelecendo, por exemplo, que as contribuições dos países para o programa sejam obrigatórias e não voluntárias. O diretor ressaltou ainda que “as questões ambientais não devem ser vistas isoladamente, devem englobar também as questões sociais e econômicas”.

ASPECTO SOCIAL
Já o professor da USP Eliezer Martins Diniz disse que o conceito de economia verde não tem grandes diferenças em relação ao de desenvolvimento econômico sustentável.

O Pnuma, lembrou, define economia verde como “a que resulta em um maior bem-estar humano e igualdade social enquanto reduz significativamente o risco ambiental e a escassez ecológica”.

Diniz, que é economista e especialista em desenvolvimento sustentável, considera o conceito redundante. “A definição de desenvolvimento sustentável já trata desses temas”. Ele explicou que a única diferença em relação aos dois conceitos é que o de desenvolvimento sustentável dá mais ênfase ao aspecto econômico e ambiental enquanto o conceito de economia verde engloba também o aspecto social.

O economista alertou ainda para a grande ênfase ao aspecto social, na frente das prioridades ambientais. “Pode ser uma ‘armadilha perigosa’, pois países em desenvolvimento podem argumentar que não cumpriram metas ambientais estabelecidas porque priorizaram a erradicação da pobreza.”

Na opinião do professor, se os países em desenvolvimento simplesmente disserem que têm como prioridade a erradicação da pobreza e que, por isso, não cumpriram nenhuma meta, não poderão ser cobrados. “É preciso haver cobrança de resultados ambientais muito claros.” (Agência Câmara de Notícias)

Câmara...a beira de um ataque de nervos.

Deputados procuram dono de calcinha perdida na Câmara

De quem seria a preciosa?

Brasília vivia uma tarde agitada nesta quarta-feira, com a CPI do Cachoeira pegando fogo e o mundo político esperando novos capítulos do embate Lula-Gilmar Mendes. Mas na Câmara dos Deputados, apenas um assunto interessava: quem é o dono da calcinha?

A peça íntima em questão caiu do bolso do paletó de um deputado no plenário há 15 dias. As poucas testemunhas, que naturalmente não querem aparecer, não o identificam apenas insinuam ser um integrante do chamado "baixo clero", deputados sem grande destaque.

O assunto foi tratado com sigilo digno de que uma votação secreta, mas acabou emergindo durante conversa entre seguranças, assessores, deputados e jornalistas.

Elas apenas relatam que ele havia chegado atrasado para a votação do projeto que tipifica crimes cibernéticos, que acabou aprovado.

O deputado, acompanhado de mais três colegas, mexeu no bolso para pegar o celular deixou cair no chão uma calcinha azul e branca, um modelo grande de algodão.
Entretido com o aparelho, o parlamentar não percebeu que a peça ficou no chão, no centro do plenário.

Um segurança que acompanhou a cena se aproximou, recolheu a calcinha e a escondeu atrás de uma lixeira.

Alertado, um assessor do presidente da Casa, Marco Maia (PT-RS), recolheu a calcinha, a colocou em um envelope e indicou que levaria para o departamento de achados e perdidos. Em mais um daqueles mistérios do Parlamento, contudo, a seção nunca a recebeu.

"Eu não sei se foi um deputado quem perdeu. Deve ser sacanagem que fizeram com alguém", desconversou Maia. Informado de que se tratava de um "calçolão", reclamou: "Calçolão, não. Isso é um fiasco".

Vendo o colega Arnon Bezerra (PTB-CE), Maia perguntou se ele era o dono da polêmica calcinha. "Deve ser algum fã do Wando que circulou por aqui", disse o petebista, lembrando o já morto cantor que costumava receber calcinhas de suas plateias.Folha

E não é que é verdade!

Estudo explica como homens feios conquistam beldades

Para feios, estar rodeado de beldades não é impossível

Um estudo conduzido por pesquisadores americanos ofereceu uma explicação para o fato de muitos homens feios conseguirem conquistar mulheres muito mais bonitas do que eles: falta de autocrítica, ou quase isso.
Segundo o estudo, homens considerados pouco aquinhoados com atributos de beleza física parecem crer que são mais atraentes do que o são na realidade, aumentando a sua autoconfiança e levando-os à ação.
Para os pesquisadores, que publicaram seu artigo na revista científica Psychological Science, mais que uma simples autoilusão, essa percepção distorcida é um mecanismo evolutivo importante na preservação da espécie.
No processo de conquista, diz uma das autoras do estudo, Carin Perilloux, do Departamento de Psicologia do Williams College, em Massachussetts, "há dois erros que um homem pode cometer".
"Ou ele pensa 'Uau, essa mulher realmente está interessada em mim' e ela não está, o que pode ter um custo, como um constrangimento ou um baque na sua reputação. Ou ela está interessada e ele perde a chance", diz.
"Ele perde uma oportunidade de acasalamento – o que é um custo imenso em termos de sucesso reprodutivo."

Percepções distorcidas

Os experimentos foram feitos com 96 rapazes e 103 moças universitárias, que foram submetidos ao que no mercado dos relacionamentos se conhece como speed dating, revezando-se a cada três minutos de conversa com cinco possíveis parceiros.
Antes dos encontros relâmpagos, os participantes avaliaram a si mesmos e aos seus paqueras em uma escala de beleza, e revelaram seu grau de interesse em um encontro sexual imediato.
Depois do encontro, eles avaliaram seus parceiros em diversos outros critérios, incluindo aparência e possibilidade de topar um encontro sexual.
Os resultados revelaram que os homens que estavam buscando um relacionamento sexual de curto prazo são mais inclinados a superestimar o interesse das mulheres neles.
Os homens que acreditavam ser mais bonitos do que são também perceberam um maior interesse das mulheres por eles – o que não era necessariamente verdade.
Já os homens de fato considerados bonitos pelas mulheres não pareceram ter essa visão distorcida.
Quanto mais atraente a mulher, maiores as chances de um homem superestimar o interesse dela, indicaram os resultados.
Por outro lado, as mulheres tenderam a subestimar o interesse dos homens.BBC

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Esses primos....Hum!

Militares temem Homem-Bomba

Ex-delegado do DOPS Cláudio Guerra (Fonte: Reprodução/Coluna Esplanada)

Os militares decanos estão apreensivos. O ex-delegado do DOPS Cláudio Guerra, que acaba de assumir o assassinato de cinco militantes de esquerda durante a ditadura, depôs ontem em Vitória (ES) para procuradores do Ministério Público Federal de São Paulo e de Campos (RJ). Ele tem dito que pode convencer pelo menos mais oito policiais contemporâneos a corroborarem o que revelou e a contribuírem para as investigações de desaparecidos políticos, inclusive na Comissão da Verdade. Guerra está ameaçado de morte, mas se nega a aderir ao programa de proteção a testemunhas.

Esquadrão da morte

O ex-delegado, que ajudou a sumir com 12 corpos, diz que os potenciais colaboradores são dois agentes de Minas, um do Rio, três do Espírito Santo e dois de Campos.

Fato consumado

Agora evangélico, Guerra é protagonista do livro ‘Memórias de uma guerra suja’, de Marcelo Neto e Rogério Medeiros, que será lançado hoje no CCBB de Brasília.

Horror

Os relatos de Guerra são chocantes. Envolvem conhecidas figuras nacionais com os militares e torturadores; revela que incinerou corpos em fornos numa usina de Campos.

COLUNA ESPLANADA

Tecnologia do século XXI

Celular com tela transparente pode ser usado dos dois lados

Protótipo foi exibido no Japão; ainda não há data de lançamento ou preço

A empresa japonesa NTT Docomo apresentou nesta quarta-feira (30) um smartphone com tela transparente de 2,4 polegadas. Com isso, o modelo pode ser usado dos dois lados. Trata-se de um protótipo, ainda sem preço ou data de lançamento.

Em estágio inicial

Cientistas da Nasa criam teste que detecta osteoporose em estágio inicial

Teste pode levar a um tratamento que preveniria doença

Cientistas da Nasa acreditam ter encontrado uma maneira de diagnosticar osteoporose em seus estágios iniciais.
Atualmente, a doença pode passar despercebida durante anos e muitas vezes só é diagnosticada em exames realizados depois que o enfraquecimento dos ossos levou a uma fratura.
O novo teste havia sido criado originalmente para astronautas, já que eles podem sofrer perda de estrutura óssea devido à microgravidade do espaço. O teste promove uma busca por vestígios de calcificação óssea na urina.
A técnica, desenvolvida por cientistas da Universidade Estadual do Arizona juntamente com especialistas da agência espacial americana analisou isótopos de cálcio - diferentes átomos do elemento cálcio, derivados do osso e cada um com seu próprio número específico de nêutrons.
O equilíbrio ou a abundância desses diferentes isótopos quando o osso é fraturado ou formado pode indicar alterações na densidade óssea nos seus estágios iniciais.BBC-Brasil

terça-feira, 29 de maio de 2012

Pena de morte - Modelo brasileiro

Brasil tem 4ª maior população carcerária do mundo e deficit de 200 mil vagas

Para ONU, prisões superlotadas são um dos principais problemas de direitos humanos no Brasil

Com cerca de 500 mil presos, o Brasil tem a quarta maior população carcerária do mundo e um sistema prisional superlotado. O deficit de vagas (quase 200 mil) é um dos principais focos das críticas da ONU sobre desrespeito a direitos humanos no país.

Ao ser submetido na semana passada pela Revisão Periódica Universal instrumento de fiscalização do Alto Comissariado de Direitos Humanos da ONU, o Brasil recebeu como recomendação "melhorar as condições das prisões e enfrentar o problema da superlotação".

Segundo a organização não-governamental Centro Internacional para Estudos Prisionais (ICPS, na sigla em inglês), o Brasil só fica atrás em número de presos para os Estados Unidos (2,2 milhões), China (1,6 milhão) e Rússia (740 mil).BBC-Brasil

Uma Lei das mil e uma noite...xiii!!

Comissão de juristas aprova proposta para descriminalizar uso de drogas


A comissão de juristas que está elaborando projeto de reforma para o Código Penal aprovou hoje (28) proposta para diferenciar na lei o tráfico do consumo pessoal de entorpecentes.

Pela proposta aprovada, as pessoas que forem flagradas com quantidades pequenas, que sirvam para consumo próprio por até cinco dias, não podem mais ser presas. Na prática, a sugestão dos juristas representa a descriminalização do uso de drogas no país.

A proposta prevê ainda que a autoridade sanitária irá regulamentar posteriormente a quantidade que poderá ser enquadrada como consumo próprio, dependendo de cada tipo de droga. Se a pessoa for flagrada vendendo substâncias entorpecentes, independente da quantidade que possua, será enquadrada como traficante e presa. Nesse caso, a pena proposta pelos juristas será de cinco a dez anos de prisão, e não mais até 15 anos como na lei atual.

Atualmente, cabe aos juízes interpretar se a quantidade de droga apreendida com a pessoa caracteriza crime de tráfico ou consumo pessoal. Pela proposta do novo Código Penal, a lei irá determinar essa quantidade para pacificar as decisões judiciais e garantir que o usuário não seja mais considerado criminoso.

Caso a proposta dos juristas seja aprovada pelo Congresso Nacional posteriormente, os usuários poderão até cultivar plantas como a maconha para uso pessoal. Para isso, no entanto, é preciso que o texto do anteprojeto do novo código, que será entregue ao presidente do Senado José Sarney (PMDB-AP) no dia 25 de junho, seja aprovado pelo Senado e depois pela Câmara dos Deputados. A proposta pode receber alterações dos parlamentares quando começar a tramitar no Congresso.Agencia Brasil

Contraceptivo Masculino

Descoberta de gene pode levar a contraceptivo masculino

Cientistas querem interromper formação de espermatozóides em estágio final da produção

O desenvolvimento de uma pílula contraceptiva masculina pode estar mais próximo após pesquisadores em Edimburgo, Escócia, identificarem um gene essencial à produção de esperma saudável.
Experiências com ratos descobriram que o gene, Katnal1, é vital para a fases final de produção de esperma.

Os autores do estudo na PLoS Genetics afirmam que a droga que interrompe o funcionamento do Katnal1 poderia ser um contraceptivo reversível.
Um especialista em fertilidade disse que "certamente há necessidade" para esse tipo de medicamento.

Atualmente a contracepção em homens é possível apenas por meio de preservativos ou vasectomia.BBC

Será criminalizado????

Prática de bullying poderá virar crime

Crime, que será chamado de lei 'intimidação vexatória', terá pena de até quatro anos de prisão

A comissão de juristas do Senado que discute mudanças ao Código Penal aprovou nesta segunda-feira, 28, proposta para criminalizar a prática de bullying. O crime, que será considerado no anteprojeto de lei "intimidação vexatória", terá pena de um a quatro anos de prisão.

Pela proposta, pratica o crime quem "intimidar, constranger, ameaçar, assediar sexualmente, ofender, castigar, agredir ou segregar" criança ou adolescente "valendo-se de pretensa situação de superioridade". O delito pode ser realizado por qualquer meio, inclusive pela internet. Se o crime for praticado por menores, ele será cumprido, em caso de condenação, em medida sócio-educativa.

A comissão também aprovou a criação do crime de stalking, conhecido popularmente de perseguição obsessiva. A proposta sugere a punição de até seis anos de prisão para alguém que perseguir outra reiteradamente, ameaçando sua integridade física ou psicológica ou ainda invadindo ou perturbando sua privacidade. O colegiado aprovou ainda o aumento da pena de prisão para o crime de ameaça, que subiu de um a seis meses para seis meses a um ano de prisão.AE

Molécula Olimpica

Cientistas da Universidade de Warwick, na Grã-Bretanha, criaram a "olympicene", uma molécula sintética cujo formato remonta aos cinco anéis do símbolo olímpico.O grupo trabalhou em parceria com uma equipe da IBM Research Zurich, uma unidade de pesquisa da empresa americana na Suíça.

Pesquisador segura frasco com molécula "olympicene"; grupo criou e fotografou estrutura

Os cientistas já tinham conseguido criar uma molécula composta de cinco aneis de carbono, em fila, em 2009.

Além da criação da molécula sintética, em laboratório, os pesquisadores aprimoraram uma técnica para fotografar a estrutura microscópica.
Graham Richards, ex-chefe do Departamento de Química da Universidade de Oxford e membro do conselho da Sociedade Real de Química, foi o primeiro a ter a ideia de criar uma molécula semelhante ao símbolo dos Jogos Olímpicos.
"Eu estava em uma reunião do comitê da Sociedade Real de Química em que tentamos pensar no que poderíamos fazer para marcar as Olimpíadas. Me ocorreu que uma molécula que eu tinha projetado se parecia muito com os aneis olímpicos, e que isto nunca havia sido feito antes", disse.BBC

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Alô Você!...Começou

Inscrições abertas para o Enem. Começa um novo drama?

Enem 2012: abertura das inscrições para as provas (Fonte: Reprodução/Agência O Globo)

A edição 2012 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começa oficialmente nesta segunda-feira, 28, com a abertura das inscrições para as provas, que serão realizadas nos dias 3 e 4 de novembro.

As inscrições podem ser feitas no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), neste endereço: http://sistemasenem2.inep.gov.br. O edital do Enem 2012 foi publicado na última sexta-feira, 25, no Diário Oficial da União. A taxa de inscrição é de R$ 35.

Mudanças na correção da redação
Quanto às provas, uma das principais mudanças do Enem para este ano é na redação. A partir de agora, a redação será avaliada por dois corretores de forma independente, sem que um conheça a nota dada pelo outro. Além disso, a discrepância máxima entre as notas dadas pelos dois corretores caiu dos anteriores 300 pontos para 200. Se a discrepância for maior do que isso a redação será avaliada por um terceiro corretor.

Problemas nos últimos anos
Usado como processo seletivo para várias universidades e institutos federais de ensino superior do país, nos últimos anos o Enem esteve envolto em vários problemas que arranharam a imagem do Exame e afetaram sua credibilidade.

No ano passado, 639 alunos do Colégio Christus, de Fortaleza, tiveram acesso a nove questões que caíram no Enem em um simulado aplicado na escola duas semanas antes. Em 2009, as questões do Enem vazaram de uma gráfica que imprimia as provas em São Paulo.

G1

Meio Ambiente...Água,muita água!

O planeta azul tem muita água disponível?

Se toda a água do planeta fosse magicamente sugada, ela se resumiria a uma esfera de apenas 1.385 km de diâmetro (Reprodução/Le Monde)

A Terra é conhecida como o planeta azul. Visto de longe, nosso planeta aparenta ser composto em boa parte por água. Isso acontece porque os oceanos, mares, lagos, calotas polares e rios cobrem mais de 70% dos 510 milhões de km² da Terra. No entanto, se toda a água do planeta fosse magicamente sugada e se agrupasse em uma esfera, como se fosse um satélite aquático, ela se resumiria a uma esfera de apenas 1.385 km de diâmetro. A água na Terra é como uma folha de papel de presente recobrindo uma bola de boliche. Do espaço, ela é quase tudo que vemos, mas sua massa representa apenas 0,023% da massa do planeta. Qual é a quantidade exata de água existente na Terra?

O satélite aquático da imagem contém 1.386 bilhões de km³ de H2O, dos quais 1.338 bilhões vêm dos oceanos e mares. Com aproximadamente 24 milhões de km³ cada, estão dois grupos: o das calotas polares, geleiras e neves eternas e o da água subterrânea. O restante da água vem, em ordem decrescente do gelo do permafrost, dos lagos, da umidade dos solos, da atmosfera, dos pântanos, dos rios e, enfim, da água presente nos seres vivos, sem a qual não existiríamos. Estima-se que a vida terrestre contenha um pouco mais de 1.100 km³ de água biológica.

Analisando toda essa estatística hídrica, é possível perceber o valor da água doce, que representa apenas cerca de 35 milhões de km³. Ela é a pequena pérola à direita da bolha na imagem ao lado. No entanto, a maior parte dessa pequena pérola está inacessível aos seres vivos, seja porque está congelada ou porque está presa no subsolo. A água de fácil acesso, a que está presente nos lagos doces, pântanos e nos rios representa uma parte bem pequena do total.


Você reparou no pequeno pontinho azul sob a pérola? Essa cabeça de alfinete tem menos de 60 km de diâmetro e representa toda a água doce facilmente disponível para a vida terrestre. É dessa pequena reserva que sete bilhões de seres humanos podem beber, irrigar suas culturas, produzir energia em suas usinas e da qual outros organismos também dependem. Observando essa imagem tomamos perspectiva de que a água é mais rara do que parece.Le Monde

Você precisa saber!...Leia com atenção

A depressão através das eras

Pesquisas mostram que combinação de medicação e terapia de fala oferece os maiores benefícios de longo prazo (Reprodução/The Economist)

O que é a depressão? Os gregos antigos acreditavam que a condição resultava de um desequilíbrio entre os quatro humores do corpo: sangue, fleuma, bile amarela e bile negra; sendo que um excesso desta última resultava em um estado de espírito melancólico. A cristandade primitiva culpava o diabo e a ira divina pelo sofrimento dos homens, e a depressão era resultado dos esforços contra tentações mundanas e pecados da carne. Na Renascença, ela era vista como uma doença de estudiosos, como Robert Burton, autor de A Anatomia da Melancolia, que se dedicavam à especulação profunda e abstrata.

Neste bem pesquisado livro, Clark Lawlor, da Universidade Northumbria, perambula pela história e cultura da depressão e mostra como as atitudes em relação à enfermidade se alteraram ao longo do tempo. Ele traz à vida diferentes escolas de pensamento sobre a questão, e debate o papel do setor farmacêutico em categorizar e tratar doenças mentais.

A parte mais instigante do livro cobre a ascensão da “nova ciência”, quando o foco sobre a melancolia se deslocou mais uma vez. Muito disso pode ser atribuído a Emil Kraepelin, um psiquiatra alemão que co-descobriu o mal de Alzheimer, que postulava que patologias biológicas subjaziam a cada uma das principais desordens psiquiátricas. O trabalho de Kraepelin, contudo, foi rapidamente eclipsado pelo de Sigmund Freud, cuja conclusão de que as doenças mentais advinham de causas emocionais ao invés de físicas serviu de passe para a ascensão da tradição psicanalítica europeia e americana do século XX.

Essas duas visões ilustram boa parte do constante debate acerca da patologia e tratamento das doenças mentais. Para alguns, a doença é uma desequilíbrio na neuroquímica do cérebro passível de ser tratada com remédio – uma deficiência de serotonina – que pode ser remediada por inibidores seletivos de recaptação de serotonina como fluoxetina, mais conhecida como Prozac, que foi receitada para mais de 35 milhões de pessoas em todo o mundo desde seu lançamento em 1988. Para outros, a depressão emerge como uma resposta a danos psicológicos, sendo que a escola freudiana de psicoterapia em particular liga estes danos às condições de criação do paciente.

Hoje cerca de 15% das pessoas nos países desenvolvidos sofrem de depressão, e a doença não dá sinais de enfraquecimento. A recente pesquisa de saúde World Mental Health Survey Initiative da Organização Mundial de Saúde, que entrevistou 89.000 pessoas, revelou que mais de 120 milhões de pessoas por todo o mundo sofrem de depressão, que por sua vez é responsável por 850.000 suicídios todos os anos.

A prescrição de pílulas se tornou um tratamento popular, em parte porque é muito mais rápido que a duração de uma psicoterapia, que pode levar meses ou até anos. Mas pesquisas mostram que uma abordagem holística que trata tanto o corpo quanto a mente com uma combinação de medicação e terapia de fala oferece os maiores benefícios de longo prazo. O sucesso dessa abordagem sugere que tanto Kraepelin como Freud estavam corretos.The Economist

Aos ambientalistas pocotó...Promessas implícitas da geo-engenharia

Alteração deliberada do clima e uso de medida paliativa para solucionar aquecimento global ainda são preocupações causadas pela geo-engenharia

Avanço de projeto prático tem sido controverso (Reprodução/Internet)

Ao longo dos últimos anos, um esforço colaborativo europeu chamado IMPLICC (Implicações e Riscos de Novas Opções para Limitar a Mudança Climática) tem investigado as possibilidades de reduzir a quantidade de luz do sol que atinge a superfície terrestre através da engenharia de clima. Muito do trabalho do IMPLICC consiste em examinar modelos climáticos referentes a, por exemplo, a instalação de véus de partículas reflexivas na estratosfera ou do clareamento de nuvens sobre oceanos.

Os modelos do IMPLICC sugerem que partículas na estratosfera podem realmente estancar o efeito estufa, mas, ao fazê-lo, a temperatura dos trópicos cai um pouco enquanto o reverso acontece aos pólos. Outro ponto de concordância dos modelos é que a geo-engenharia tende a suprimir o ciclo hidrológico, diminuindo a evaporação e a quantidade de chuvas.

Ainda assim, alguns pesquisadores querem dar um passo além dos modelos. Um programa chamado SPICE (Injeção de Partículas na Estratosfera para Engenharia de Clima, na sigla em inglês), financiado pela Inglaterra, quer bombear água através de uma mangueira de um quilômetro ligada a um balão localizado na estratosfera para avaliar a possibilidade de pulverizar outras substâncias a alturas muito maiores.

Este avanço para a realização de um projeto prático tem sido controverso. Alguns se preocupam que a alteração deliberada do clima possa causar mais prejuízos que benefícios. Já outros temem que o sucesso da geo-engenharia geraria um paliativo para o problema do aquecimento global e faria com que políticos adiassem a tomada de decisões que podem levar a uma solução permanente.

Outro experimento obteve mais sucesso. Em setembro último, uma equipe coordenada por pesquisadores do Scripps Institution of Oceanography, em La Jolla, Califórnia, investigou se seria possível branquear nuvens artificialmente (de modo que elas refletissem mais luz do sol para o espaço) com o uso de partículas emitidas a partir de um barco. Lynn Russel, que liderou os esforços, se surpreendeu com o branqueamento efetuado pelo experimento. Ainda que este experimento tenha sido projetado principalmente para observar a formação natural de nuvens, ele abre um caminho para trabalhos futuros de geo-engenharia. Porém, ainda não se sabe como as atitudes em relação ao aquecimento global serão afetadas pelo sucesso da geo-engenharia.

The Economist

Amigo de fé...irmão camarada!

A lista da ‘Deltaduto’

Cachoeira financiou, com grandes valores, pelo menos 29 empresas e pessoas (Reprodução/Folhapress)


Com os R$ 26 milhões repassados pela sede nacional da Delta Construções à empresa fantasma Alberto & Pantoja, o contraventor Carlinhos Cachoeira financiou, com grandes valores, pelo menos 29 empresas e pessoas.

A Coluna Esplanada teve acesso à lista do ‘Deltaduto’, com os maiores beneficiados (veja abaixo) , através de levantamento no inquérito da Operação Monte Carlo, da Polícia Federal. Os R$ 26.250.152 foram repassados por duas contas da Delta em bancos no Centro do Rio, próximos à sede da construtora. Uma da agência 3369 do Bradesco, na Av. Rio Branco, nº 116. Outra da agência 240 do HSBC, na Rua da Assembléia, nº 66.

No cruzamento de dados, fica evidente a triangulação do dinheiro para financiamento de campanhas de três políticos de Goiás em 2010, como já é notório. A Midway Internacional Lab, que recebeu R$ 150 mil de Cachoeira, aparece como doadora de R$ 300 mil na campanha do deputado federal Sandes Junior (PP-GO) – em dois depósitos de R$ 150 mil.

O Auto Posto T 10 de Goiânia, beneficiário de R$ 98.720 da mesma conta da Alberto & Pantoja, repassou R$ 32.620,82 para o candidato a senador Demóstenes Torres. Já a Rio Vermelho Distribuidora Ltda recebeu R$ 60 mil. Ela surge na lista de doadores do governador Marconi Perillo (PSDB) com repasse de R$ 450 mil ao então candidato, com depósito em cheque.

Exceção à lista política, o escritório Morais Castilho e Brindeiro, do ex-procurador geral da República Geraldo Brindeiro, surge na lista como beneficiário de R$ 160 mil.

Geovani Pereira da Silva, o contador de Cachoeira, que está desaparecido, recebeu do chefe repasses de R$ 7.482.000 em sua conta. Dinheiro foi confiado a ele, como guardião, pelo chefe da quadrilha.

A coluna pesquisou todos os nomes dessa lista no portal do TSE, na lista de doações de campanhas para outros políticos envolvidos direta ou indiretamente com Cachoeira, e nada encontrou. Na lista abaixo, preservamos o número de CPF e CNPJ dos citados. Estão todos no inquérito da PF.


Coluna Esplanada

domingo, 27 de maio de 2012

Um bom domingo


O alvo

O alvo é o objetivo a ser alcançado.

Foi escolhido por você. Nisso reside a beleza do caminho: você não pode jamais desculpar-se, dizendo que o adversário era mais forte. Porque foi você que escolheu seu alvo, e é responsável por ele.

Se olhar o alvo como inimigo, poderá até mesmo acertar o seu tiro, mas não conseguirá melhorar nada em você mesmo. Passará sua vida tentando colocar apenas uma flecha no centro de uma coisa de papel ou madeira, o que é absolutamente inútil. E quando estiver com outras pessoas, viverá reclamando que não faz nada de interessante.

Por isso, você precisa escolher seu objetivo, dar o melhor de si para atingi-lo, olhando-o com respeito e dignidade: precisa saber o que ele significa, quanto custou do seu esforço, do seu treinamento, da sua intuição.

Ao olhar o alvo, não se concentre apenas nele, mas em tudo que acontece ao seu redor: porque a flecha, ao ser disparada, irá encontrar-se com fatores que você não conta, como o vento, o peso, a distância.

O objetivo só existe na medida em que um homem é capaz de sonhar, atingi-lo.

O que justifica a sua existência é o desejo – ou ele seria uma coisa morta, um sonho distante, um devaneio.

Assim, da mesma maneira que a intenção busca seu objetivo, o objetivo também busca a intenção do homem, porque é ela que dá sentido à sua existência: já não é mais apenas uma idéia, mas o centro do mundo de um arqueiro.Paulo Coelho

Meio Ambiente...ENERGIA ALTERNATIVA

Os perigos das tarifas solares

Mundo pode estar vivendo os momentos iniciais de uma revolução energética (Digital Engenharia)

A energia solar está em um delicado, talvez histórico momento. O custo dos painéis fotovoltaicos que geram a maior parte da eletricidade solar – liberando elétrons de um material semicondutor como o silício – está em queda livre. Nos últimos quatro anos, o seu custo médio caiu mais de 75%. A menos de US$ 1 por watt, a energia solar é agora a fonte de energia mais barata em alguns lugares ensolarados, especialmente aqueles, como a Índia, que carecem de alternativas de combustível fóssil. Isso começa a parecer uma revolução. Todos que querem uma fonte de energia confiável e não-poluente, você pode pensar, veriam isso com bons olhos.

Mas no dia 17 de maio o Departamento de Comércio dos Estados Unidos apresentou uma tarifa provisória de 31% a 61 fabricantes chineses de painéis solares, incluindo alguns dos mais baratos painéis no negócio. Outro grupo de empresas de energia solar chinesas, que não responderam satisfatoriamente às perguntas do departamento, foi atingido por uma tarifa de 250%. Estas funções, que deverão ser confirmadas em outubro, foram em resposta a uma queixa anti-dumping de sete empresas de energia solar, incluindo a SolarWorld, uma empresa alemã com operações nos Estados Unidos.

A indústria chinesa de painéis tem tido um crescimento explosivo, alimentado pela forte demanda, principalmente da Europa, mas também por empréstimos bonificados de credores estatais. Fabricantes chineses são reconhecidos pela Bloomberg New Energy Finance (BNEF), uma empresa de pesquisa, como empresas capazes de fazer painéis por cerca de 10% a menos que o custo médio da indústria. Eles minaram os produtores europeus e norte-americanos: entre 2009 e 2011 o valor das importações norte-americanas de painéis baratos chineses saltaram de $ 640 milhões para US$ 3,1 bilhões.

Isto trouxe problemas a produtores de painéis mais caros, que foram exacerbados por uma desaceleração recente da procura de painéis solares, causada principalmente pela redução dos subsídios europeus e norte-americanos. Muitas empresas de energia solar, chinesas ou não, agora estão se livrando freneticamente de seu estoque – a marca de uma indústria onde os preços estão caindo. Algumas quebraram, incluindo recentemente um grupo de empresas alemãs como Solarhybrid, Solon, Solar Millennium e Q-Cells.

As tarifas norte-americanas, se confirmadas, vão incomodar os fabricantes chineses – e talvez uma vasta gama de exportadores norte-americanos, também, se o “fortemente insatisfeito” governo chinês lançar medidas retaliatórias. Mas eles provavelmente não salvarão muitas empresas solares ocidentais. As tarifas foram muito debatidas (embora ainda sejam maiores do que o esperado), o que permitiu a exportadores chineses que construíssem grandes estoques nos Estados Unidos.

Alguns desenvolvedores de projetos de energia solar norte-americanos também assinaram acordos de precaução, comprometendo seus fornecedores chineses a cobrir os custos das tarifas discutidas. As empresas chinesas de energia solar mais integradas, como a SunTech, o maior fabricante de painéis do mundo, provavelmente poderia tolerar isso, porque os painéis representam menos de um quarto do custo da capacidade instalada de geração solar. Custos de infraestrutura, instalação, e financiamento dão conta do resto. Eles também vão procurar fabricar ou comprar painéis em outros centros de produção asiáticos, como Taiwan e Coréia. Estes painéis não estarão sujeitos às tarifas, mesmo se forem montadas em módulos solares na China.

Quaisquer que sejam os méritos legais de reclamação da SolarWorld, os Estados Unidos não vão ajudar nem o planeta nem os seus próprios consumidores domésticos, afastando painéis solares chineses. E, de acordo com a previsão de Nat Bullard, da BNEF, as tarifas não vão mesmo fazer muito para proteger as empresas solares norte-americanas.

The Economist

Vai rolar a festa....

STJ livra Dirceu, Delúbio e Genoino de responderem por improbidade

Dirceu, Delúbio e Genoino (Fonte: Reprodução/Veja)

O Superior Tribunal de Justiça livrou 15 réus do mensalão de responderem a processos civis públicos por improbidade administrativa. Entre os beneficiados pela decisão estão José Dirceu, Delúbio Soares e José Genoino.

Sílvio Pereira, Marcos Valério de Souza e Anderson Adauto Pereira, outros réus notórios do processo do mensalão, também estão entre os abarcados pela decisão do STJ.

Recurso do MPF
O ministro do STJ Humberto Martins negou um recurso do Ministério Público Federal referente a uma decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, que rejeitara a ação de improbidade administrativa.

No caso de José Dirceu, por exemplo, o ministro Humberto Martins entendeu que ele não poderia responder por improbidade por ocupar um cargo político. Na maioria dos outros casos a ação por improbidade foi negada porque o ministro avaliou que eles já respondem a processos semelhantes.

Revista Época

Cinema...Flores do Oriente, de Zhang Yimou

Conflito de civilizações mostra viés moralista

'Flores do Oriente' (Fonte: Reprodução/Divulgação)

Após mostrar a maravilhosa face do cinema chinês para o Ocidente com Lanternas Vermelhas (1991), o diretor Zhang Yimou nunca mais surpreendeu, abraçando os cânones do cinema clássico. Realizou o bom O Clã das Adagas Voadoras (2004) e o fraco Herói (2002), filmes de época marcados por uma direção de arte e fotografia irrepreensíveis, além de planos excessivamente clássicos, sem ousadia.

Neste Flores do Oriente (Flowers of War), não é diferente. Apesar da magnífica reconstituição da invasão japonesa na China em 1934, com a capital Nanquim destruída por bombardeios, o filme conta uma história que pretende emocionar mas não emociona: um internato católico, com uma série de estudantes meninas, vira alvo da sede dos japoneses por virgens como troféus de guerra. Para salvar as meninas, aparecem um soldado chinês, um agente funerário (Christian Bale em uma atuação insípida), e luxuosas prostitutas, que se escondem no porão da escola.

Depois de uma série de peripécias e acontecimentos, as meninas, que haviam sido poupadas até então pela bondade de um oficial japonês, são chamadas para cantar em uma comemoração do exército inimigo. Com a certeza de que o objetivo dos japoneses vai além de ouvir um coro de canções católicas, as vítimas arquitetam um plano de fuga, onde as prostitutas se sacrificam, tomando o lugar das meninas.

A moral da história mostra, em primeiro lugar, como o ser humano pode se redimir: tanto o agente funerário, um bêbado e devasso, como as prostitutas mostram a sua face de bondade ao cuidar das virgens indefesas. Ele se faz passar por padre, defendendo as internas; já as mulheres da vida, mais do que isso, se sacrificam pelas meninas.

Assim como o bem vence o mal na trama, onde os personagens percorrem um caminho de redenção, o cinema de Yimou também parece tender para o lado do belo, comportado, e politicamente correto. As cenas de ação, os enquadramentos, as cores, tudo parece perfeitamente arquitetado para mostrar uma estética absolutamente comportada, perfeita, que ao mesmo tempo não toca, não atinge o espectador.

Um dos fatores que possivelmente colaboram para isso, é a múltipla linguagem do filme, que mistura o chinês, inglês e japonês. Em meio a um épico dessa natureza, que visa denunciar os horrores da guerra e, mais do que isso, a incapacidade entre as civilizações de admitir a existência do OUTRO, daquele que é diferente de nós, o espectador não cria empatia com a história.

A fricção das ideias ocidentais com as da Ásia Oriental nem sempre foi suave. É só pensar na adoção pelos historiadores chineses e japoneses, a partir da segunda metade do XIX, de uma historiografia ocidental, ameaçando milhares de anos de tradição cultural. O sistema de mundo dessas civilizações foi gravemente ameaçado, e transformado, pelo poder das ideias universais (que no fundo são absolutamente provincianas) do Ocidente.

Agora, com o progressivo crescimento principalmente da China, o sentido de influência deve se inverter. Fico imaginando, no futuro, o chinês sendo ensinado em nossas escolas, além da produção brasileira de filmes de Kung Fu!

Fatos curiosos


Mais curiosidades

"A foto é de um homem sentado em uma cadeira em um parque perto do Museu do Louvre, em Paris, onde tem um lago, na beirada deste lago tem alguns bicos que ficam espirrando água no lago e, do ângulo que bati a foto, parece que o homem esta fazendo xixi no lago" Marco

Acreditem...é verdade
"Uma foto 'inusitada' que tirei há alguns meses" - Thiago Mello

sábado, 26 de maio de 2012

‘rascunho zero’

Documento será a base das negociações da Rio+20

A Cúpula é um evento organizado pela sociedade civil paralelo à conferência da ONU (Reprodução/Cúpula dos Povos)

Cúpula dos Povos divulgou nesta sexta-feira, 25, a mais recente versão do “rascunho zero”, o documento base para as discussões da Rio+20. Em seu site, a Cúpula, que é um evento organizado pela sociedade civil paralelo à conferência da ONU, afirmou que a divulgação desse documento é a primeira de uma série chamada de Rio+Leaks, em analogia ao Wikileaks.

As Nações Unidas só haviam disponibilizado integralmente a primeira versão do documento. A Cúpula acredita, no entanto, que a divulgação de todas as versões é muito importante para o entendimento dos jogos de poder e interesses dos debates que acontecem na sede da ONU, em Nova York.

Chamado de O futuro que queremos, o documento foi elaborado a partir de uma rodada de negociações informais no início de maio. Para a antropóloga Iara Pietricovsky, do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc) e membro do Comitê Facilitador da Sociedade Civil Brasileira para a Rio+20, a nova versão do documento apresenta uma “linguagem mais amena que as outras versões do ‘rascunho zero’”. No site da Cúpula ela analisa aspectos importantes do texto.EFE

Dilma veta 12 itens e muda 32 no Código Florestal

A presidenta Dilma Rousseff decidiu vetar 12 itens do Código Florestal e fazer 32 modificações no texto aprovado pela Câmara dos Deputados no fim de abril. O governo vai editar uma medida provisória (MP) para regulamentar os pontos que sofreram intervenção da presidenta. Os vetos e a MP serão publicados na edição de segunda-feira (28) do Diário Oficial da União.

(Foto: Agência Brasil)

"Foram 12 vetos e 32 modificações, das quais 14 recuperam o texto do Senado, cinco correspondem a dispositivos novos e 13 são ajustes ou adequações de conteúdo", resumiu o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, ao anunciar as decisões.
Entre os pontos vetados está o artigo que trata da consolidação de atividades rurais e da recuperação de áreas de preservação permanente (APPs). O texto aprovado pelos deputados só exigia a recuperação da vegetação das áreas de preservação permanente (APPs) nas margens de rios de até 10 metros de largura. E não previa nenhuma obrigatoriedade de recuperação dessas APPs nas margens de rios mais largos.
Os vetos estão sendo apresentados pelos ministros do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, da Agricultura, Mendes Ribeiro, do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, e pelo advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, no Palácio do Planalto.
O texto, aprovado pela Câmara no fim de abril, deixou de fora pontos que haviam sido negociados pelo governo durante a tramitação no Senado. Os vetos presidenciais podem ser derrubados pelo Congresso Nacional, desde que tenham o apoio da maioria absoluta das duas Casas – Senado e Câmara – em votação secreta. (Agência Brasil)

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Na Cidade Universitária 7

Este ano não vai ser igual aquele que passou

Mais um imexível é revelado por fonte de alta
Patente...desta feita,é uma imexível e do segundo
escalão e que deve permanecer na equipe do reitor
Maneschy em seu possível projeto de reeleição.

Reitor Maneschy e a Dra. Simone Neno e sua equipe.

Estamos falando da Dra. Simone Neno,atual diretora
da Editora da UFPA e que no decorrer desses quase três
anos de gestão Maneschy...vem de fato dando a nossa editora
visibilidade editorial e técnica em um mercado altamente
disputado.

Dra. Simone Neno,com certeza merece todos os aplausos
pelo excelente trabalho que vem desenvolvendo à frente
desta importante unidade.

HAPPY HOUR

Bragança - Pará -Brasil

Pensamento da Sexta:
TER PROBLEMAS NA VIDA É INEVITÁVEL, SER DERROTADO POR ELES É OPCIONAL.
SEJA MAIS CARINHOSO DO QUE O NECESSÁRIO, POIS TODOS QUE VOCÊ CONHECE ESTÃO DE ALGUMA FORMA ENFRENTANDO UMA BATALHA!Mensagens do Santiago

Agora o som que rola na noite:












Secretário e mais nove são denunciados pelo MPF

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou, no final da tarde de hoje (24), o atual Secretário de Administração de Belém, Alan Dionísio Leão de Sales, e mais nove pessoas por fraudar licitações da Secretaria Municipal de Saúde de Belém (Sesma).


Segundo o MPF, a fraude passa de R$ 1,5 milhão e os acusados podem ser condenados a penas que variam de 2 a 22 anos de prisão, além de multa.

A denúncia é assinada pelos procuradores da República Igor Nery Figueiredo, André Sampaio Viana e Ubiratan Cazetta e trata de licitação ocorrida em 2009 para compra de produtos hospitalares para a rede municipal de saúde.
As fraudes foram detectadas pela Controladoria-Geral da União (CGU) depois de busca e apreensão pedida pelo MPF em junho de 2010 nas dependências da Secretaria de Saúde de Belém, que coletou centenas de documentos e computadores relativos a licitações fraudulentas.
A CGU (Controladoria Geral da União) comparou 51 itens da lista de materiais licitados - luvas cirúrgicas, bolsas de colostomia, aventais, lençóis descartáveis, por exemplo – e constatou que os preços pagos pela Sesma eram 80,32% maiores do que os praticados no mercado.

Em um dos pontos mais graves da fraude, Alan Dionísio dispensou a empresa Hospfar de oferecer o preço pedido pela Sesma – e já superfaturado – para o fornecimento de bolsas de colostomia. A Sesma taxou em R$ 95 cada pacote de bolsas, cerca de R$ 20 mais caro que o preço de mercado. E o pregoeiro decretou a vitória da Hospfar na licitação, com um preço de R$ 160 por p acote, num contrato que chegou a R$ 800 mil, R$ 425 mil mais caro do que estava previsto.
A ação ainda não tem numeração processual, mas tramitará na 3ª Vara da Justiça Federal em Belém.

Ainda segundo as informações do Ministério Público Federal, já é a terceira denúncia sobre fraudes contra Sales, que também foi denunciado por envolvimento em crimes semelhantes nos anos de 2010 e 2011.
A Sesma e da Secretaria de Administração (Semad) ainda não se pronunciaram sobre o caso. (DOL, com informações do MPF)

Se a moda pega...Hein!

E ponto final!

Universitárias tiram blusas em apoio à greve de professores no AM

Universitárias tiram blusas em apoio à greve de professores na Ufam (Universidade Federal do Amazonas)

Estudantes que apoiam a greve dos professores da Ufam (Universidade Federal do Amazonas) protagonizaram nesta quinta-feira um ato inusitado em frente ao campus, na zona centro-sul de Manaus. Durante uma performance, sete alunas tiraram as blusas e escreveram sobre os seios letras da palavra "educação". Nas costas, escreveram a palavra "indignação".

Um menino de 10 anos, filho de uma das estudantes, aparece na foto. No ato, elas pronunciaram a frase: "Educação sem ação é igual a indignação". Dois homens também aparecem na imagem.

Uma das idealizadoras da performance, Thaís Souza, 19, é estudante do curso de letras do ICHL (Instituto de Ciências Humanas e Letras). Ela aparece na foto com uma bandana estampada na cabeça.

Segundo a estudante, a performance foi baseado no teatro mudo. "A nudez foi um ato egocêntrico, uma afronta, um modo de chamar atenção para toda educação morta e imunda que a gente está vivendo dentro da Ufam", afirmou.Folha

No Palácio de deus...25

Minha gente,vocês todos sabem que vem ai a Rio +20
...então,Painho com sua Corte não poderia ficar fora
deste evento...Portanto,Painho determinou aos seus
Assessores Supimpas,que os mesmos deveriam preparar
uma delegação que representa-se seu reino no dito evento.

Dito e Feito:

O escolhido não poderia ser outro para chefiar a tal
delegação...segundo a fonte, o escolhido foi?????
Ele!...Pequeno Berto,o conhecido Cientista Político
da Corte...Há muito sem nada pra fazer,Pequeno Berto
segundo a fonte esta radiante com a nova função e para
tal já escolheu até o traje para o evento....Vejam:

Pequeno Berto em seu traje original

Painho e Eurinei também,prometem liderar uma caminhada
Ecologicamente correta...para tal já estariam treinando,vejam:

Pô mano!...Tu ta um bocado estragado.

Pai Popo como representante da conhecida Tribo também se
fará presente com seu traje original...Vejam:

Pai Popo com o traje original da Tribo.

Enfim,até o conhecido homem do mangue...também,estará
levando uma representação de seus considerados ao dito
evento...Vejam:

Homem do Mangue e seus considerados.



Mana tu ainda não chegou lá!...cuidado.

Gaby Amarantos posta foto nua em banheira

(Foto: Divulgação/Instagram)

Gaby Amarantos publicou em seu perfil no Instagram uma foto em que aparece nua e tomando champanhe, enquanto descansa em uma banheira de espuma.

Apesar de toda sensualidade, em recente entrevista ao jornal "Extra", a musa do tecnobrega disse que posar nua não faz parte dos seus planos. "Acho que não é minha praia, não me sentiria bem. Não digo nunca. Já me sinto bem sendo chamada de gostosa no palco, pelos fãs”, brincou. (DOL)

2ª Marcha das Vadias vai às ruas no domingo

Mulheres ligadas a grupos feministas e ativistas independentes promovem no próximo domingo (27), a partir das 9h, a segunda edição da Marcha das Vadias de Belém. Com o tema “Lugar de mulher é onde ela quiser”, a passeata tem o objetivo de provocar a discussão sobre o combate ao machismo.

A 1ª Marcha das Vadias de Belém aconteceu em agosto do ano passado (Foto: Reprodução/ DOL)

Este ano, o foco da manifestação foi ampliado para abordar não só a questão da violência sexual, que foi o tema inicial das Marchas das Vadias de todo o mundo, mas também os direitos e o protagonismo femininos. O evento na capital paraense segue a movimentação nacional em torno do assunto, pois as marchas de várias outras cidades brasileiras acontecem entre os dias 26 e 27.
De acordo com Heliane Abreu, militante feminista e membro da organização das duas edições da marcha em Belém, o tema deste ano se relaciona com os papéis desempenhados pelas mulheres na sociedade. “Nossa preocupação este ano é explorar os vários espaços que a mulher pode ocupar, seja inserida na política ou sendo mecânica. Ela pode e deve escolher o que quer ser ou fazer. Precisamos quebrar esses paradigmas de que mulheres são frágeis e incapazes de ter autonomia sobre o seu corpo e os rumos da sua vida”, explica a ativista.
A 1ª Marcha das Vadias de Belém aconteceu em agosto do ano passado e abordou as violências sexual e doméstica sofridas pelas mulheres paraenses, tendo sido considerada um sucesso pelas organizadoras. “Acho que o saldo foi muito positivo. Repercutiu muito bem na mídia, e a Marcha das Vadias Belém foi a maior em número de pessoas na rua em todo o país”, comemora Heliane. Este ano, a marcha segue o mesmo trajeto do ano passado, saindo da Escadinha da Estação das Docas e seguindo pela Avenida Presidente Vargas até a frente do Theatro da Paz, onde acontecerá um ato lúdico que encerra a manifestação.
Entenda o movimento
A primeira Marcha das Vadias mundial ocorreu no Canadá, em abril de 2011, motivada pela fala de um policial que, após uma série de estupros acontecidos na Universidade de Toronto, afirmou que as mulheres deveriam evitar se vestir como vadias para não ser violentadas. O episódio deu origem a um movimento global que busca chamar atenção para a cultura machista que sempre ensinou as mulheres a não serem estupradas, ao invés de ensinar os homens a não estuprar. O uso do provocativo termo “vadia” é intencional e denuncia o machismo que classifica as mulheres como “santas” ou “putas”. Desde a primeira manifestação canadense, a marcha vem sendo realizada em vários países, tendo chegado ao Brasil em junho do ano passado.

SERVIÇO:
2ª Marcha das Vadias de Belém
Dia: 27/05/2012 (Domingo)
Horário: Concentração às 9h
Local: Saída da Escadinha da Estação das Docas até o Theatro da Paz
(Ascom do evento)

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Conversando com você


Aconteça o que acontecer, esteja em paz com você mesmo.
Aconteça o que acontecer, medite sobre a sua postura perante a vida, diante do seu próximo.
Aconteça o que acontecer, esteja alerta aos seus sentimentos em relação a si e aos outros.
Aconteça o que acontecer, esteja em paz com Deus, que o criou e que quer-lhe bem.
Aconteça o que acontecer, esteja feliz, porque a vida é a melhor escola para que você cresça.
Aconteça o que acontecer, esteja em todos os corações com sua bondade, sua generosidade e sua doação.
Aconteça o que acontecer, esteja ativa na vida, pois passiva e trancada, nada lucrarás, a não ser, a estagnação.
Aconteça o que acontecer, ame, apoie, agasalhe, ajude ao próximo.
Aconteça o que acontecer, esteja em paz.



Código Florestal...falta descer do Muro!

Decisão sobre Código Florestal acontece às vésperas da Rio+20

Ativismo político contribui para chamar atenção da sociedade brasileira e defender medidas ecológicas (Reprodução/O Globo)

Faltando menos de um mês para a Rio+20, conferência da ONU sobre desenvolvimento sustentável, a decisão da presidente Dilma Rousseff de vetar, total ou parcialmente, o novo Código Florestal ganha ainda mais destaque. Em artigo publicado nesta quarta-feira, 23, em seu site, o Le Monde disse que a lei aprovada pelo Congresso em Brasília abre caminho para o aumento do desmatamento da Amazônia e classificou-a como vergonhosa para o Brasil, especialmente no atual momento.

O jornal francês sublinhou a importância da decisão que chamou de “um desses instantes em que se define uma carreira” e criticou a demora da presidente, que tem até o dia 25 de maio, sexta-feira, para deliberar. Foi ressaltado ainda que Dilma havia se comprometido durante sua campanha eleitoral a não aceitar uma reforma do Código Florestal de 1965, que, depois de aplicado com mais rigor a partir da década de 1990, permitiu reduzir a cada ano por três a superfície desmatada.

A aprovação da lei no Senado foi vista como uma vitória do setor agropecuário, já que demonstra a forte influência dos ruralistas junto aos grupos políticos. Na Câmara, dos 513 assentos, eles tiveram o apoio de cerca de 300 deputados. O fato de dentro do próprio PT apenas a metade dos deputados ser contrária à lei, seria mais uma prova da pressão exercida pelos ruralistas. Eles acusam as leis de proteção ao meio ambiente de impedirem o Brasil de atingir seu verdadeiro potencial econômico.

Essa mudança completa da política de proteção das florestas é a afirmação de um novo paradigma, onde na luta entre ‘produção’ e ‘preservação’ venceria a primeira, escreveu o Le Monde. O jornal apontou que essa disputa, no entanto, está enfrentando dificuldades. Projetos apoiados por Dilma, como criação de rodovias atravessando a Amazônia e a construção de grandes centrais hidroelétricas nos rios amazonenses estão suscitando controvérsias e debates. O ativismo político de vários artistas contribui para chamar atenção da sociedade brasileira e defender medidas ecológicas.

No caso mais recente, o cartunista Mauricio de Sousa foi inclusive criticado e xingado pelo presidente da Federação da Agricultura e Pecuária, Assuero Veronez, por usar sua conta no Twitter para pedir que Dilma vete o Código Florestal. “Integre-se ao movimento ‘veta dilma’. duas espécies ameaçadas pelo novo código (des)florestal”, escreveu o criador da Turma da Mônica. Veronez respondeu à mensagem chamando-o de “babaca ignorante” e dizendo não respeitar “quem usa sua notoriedade para fazer ativismo político sobre assunto que não conhece”.

Expectativa

As intenções da presidente são misteriosas, já que ela não deixou transparecer sua posição quanto à decisão que deverá tomar. A ministra do Meio Ambiente Izabella Teixeira espera um veto total. Já o ministro da Agricultura Mendes Ribeiro Filho, que vê vários dos artigos do texto como inaceitáveis, especula que a presidente deva rejeitar vários, como a anistia a desmatadores. Será preciso aguardar até o dia 25 para saber quem está certo.

Le Monde

Brasil X Corrupção

Como estamos no combate à corrupção?

Brasileiros têm sensação que corrupção piorou no país (Reprodução/Internet)

O discurso foi inspirador. Em sua vinda ao Brasil, em meados de abril, a secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, disse que a presidente Dilma Rousseff está estabelecendo um “padrão mundial” na luta contra a corrupção. Dilma, por sua vez, cobrou mais transparência do setor privado. Porém, as declarações aconteceram em meio a uma série de denúncias envolvendo o contraventor Carlinhos Cachoeira, políticos, servidores e empresários. Estamos tão bem assim no combate à corrupção como defende a secretária do governo Obama? A população brasileira tem esse sentimento de que as coisas estão melhorando? Ela ainda se choca diante de escândalos de corrupção?

Para o professor de Ciência Política e diretor do Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (Iuperj), Geraldo Tadeu Moreira Monteiro, “nós não estamos tão bem quanto pensa Hillary Clinton, mas também não estamos tão mal quanto nós mesmos acreditamos”. Se considerarmos, por exemplo, o Corruption Perception Index 2011, ranking da corrupção mundial calculado pela ONG Transparency International, veremos que o Brasil é o 73º numa lista de 187 países, o que nos coloca como uma nação de corrupção mediana. Entre os países da América Latina, o Brasil é considerado um dos menos corruptos, só perdendo para Uruguai e Chile. E entre os Brics (grupo de países emergentes formado por Brasil, Índia, China, Rússia e África do Sul), o resultado também é positivo na avaliação do especialista: só perdemos para a África do Sul. Monteiro considera, no entanto, que apesar disso, o país ainda perde muito por conta da corrupção:

“Um estudo realizado em 2009 pelo Departamento de Competitividade e Tecnologia da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp) calculou os prejuízos econômicos e sociais que a corrupção causa ao país. O valor estimado é de R$ 69 bilhões por ano, o que representa 1,07% do PIB de 2009”.

O professor de Ciência Política e consultor do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) Marcelo Suano também acredita que estamos começando a combater a corrupção: “No discurso da secretária norte-americana fica nítido a crença em valores que são sagrados e claros para os estadunidenses, mas ainda não são completamente entendidos pelos brasileiros. Um deles é o papel da sociedade civil no combate à corrupção e no trabalho pela transparência. Lá, a sociedade se organiza, reivindica, pressiona os partidos e o governo. É isso que significa a retórica de Hillary de que a sociedade civil deve estar no controle da transparência dos governos. Ela, infelizmente, não consegue dimensionar que há grandes diferenças entre a sociedade civil norte-americana, que pode entender o que ela pede, e a brasileira, que não consegue entender sua declaração completamente”, diz ele, referindo-se à fala da secretária sobre a necessidade de participação da sociedade civil no controle da transparência dos governos.

Suano acredita que nossa sociedade ainda está em gestação e reduz sua participação no combate à corrupção na denúncia dos atos criminosos dos políticos, jogando a execução da fiscalização para a imprensa. “Mais incrível ainda é atribuir ao governo também este papel, esperando que ele crie leis e órgãos para tanto, esquecendo que o governo é composto por pessoas investigáveis, que trabalham tanto pela transparência quanto para impedir que ela se dirija a elas”, afirma o professor. Para Suano, as descobertas feitas pela mídia servem apenas para afastar o acusado de um cargo, mas não da política e também não são capazes de obrigar os políticos a restituírem o que eles desviaram.

“Estão ocorrendo investigações, afastamentos de cargos e punições políticas, mas raramente jurídicas e criminais. Os que estão no poder e querem a manutenção do status quo em que vivem acabam aceitando que se mude alguma coisa pontualmente, mas não estruturalmente, para que tudo permaneça como está. As perguntas-chaves são: quanto do que foi desviado e descoberto já foi devolvido? E, quantos dos envolvidos estão presos? Como se pode ver, não estamos tão bem quanto entende a secretária de Estado dos EUA”, diz Suano.

A transparência propagada por Dilma no encontro com Hillary deve ser elogiada, na opinião de Monteiro, que cita como exemplo a adoção de pregões eletrônicos virtuais ou presenciais e a disponibilização de informações ao contribuinte via Internet. “O Portal da Transparência tem recebido vários prêmios por seu trabalho. Evidentemente, muita coisa ainda tem de ser feita, especialmente para abrir as caixas-pretas das licitações públicas”, pondera ele.

Suano é mais cauteloso. Ele também elogia a aprovação da Lei de acesso a informações públicas, de novembro de 2011, mas defende que ainda há distorções a serem corrigidas: “A discussão em torno do sigilo acabou sendo borrada pelas questões de direitos humanos, passado recente, etc. Não será surpresa que aconteça o que é tradição no Brasil: faz-se uma lei; com ela aplaca-se a cólera do povo, ou acalma-se a oposição e não se dá recursos (materiais, financeiros, humanos e tecnológicos) para a sua aplicação. Com isso, temos mais uma lei que se desgasta e cai no ridículo, apesar de ser essencial para a vida do povo e o crescimento da sociedade”.

Suano acredita ainda que os afastamentos que ocorreram no governo foram por necessidade política e por sobrevivência, e não por defesa da transparência. “Deve-se, contudo, ressaltar que Dilma herdou um governo praticamente montado e tem uma enorme tarefa de reorganizá-lo, dando-lhe sua configuração específica sem incorrer no rompimento com sua base, partido e consequente isolamento, gerando ingovernabilidade. Não concordo com a alegação de transparência, mas não se pode discordar que ela (Dilma) tem tentado fazer neste aspecto mais do que foi feito nos últimos 20 anos, independentemente de isso ser consciente, ou não, voluntário, ou como último recurso”.

Apesar das declarações de Hillary e Dilma, Monteiro diz que pesquisas mostram que, entre a população brasileira, há um sentimento de que as coisas estão piorando. “Os inúmeros casos de corrupção denunciados pela imprensa com base em investigações da Polícia Federal e do Ministério Público fazem com que a população tenha esse sentimento. Embora os governantes aleguem que agora a corrupção está sendo combatida, o que é um argumento plausível, a percepção generalizada é de aumento da corrupção”.

Suano também acredita que, diante dos resultados recentes de escândalos e afastamentos de políticos, mas não de punição ou restituição dos bens expropriados, fica a sensação de que as coisas estão mais difíceis, mas continua a impunidade. “No limite, as pessoas veem que os corruptos sabem que terão de trabalhar mais para não serem pegos, mas, se forem, não serão punidos, por isso não deixarão de se arriscar. Os mais esclarecidos percebem que o problema é estrutural e não adiantará muito medidas pontuais se reformas estruturais não forem realizadas”.Iuperj

Não vai rolar...pelo menos por enquanto.

STJD suspende campeonatos das Séries C e D

(Foto: Arte/DOL)

O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) determinou, no final da tarde desta quarta-feira (23), a suspensão, por tempo indeterminado, do Campeonato Brasileiro das Séries C e D. Com isso, Paysandu, Águia e Clube do Remo ainda não sabem quando entram em campo.

A decisão foi anunciada pelo presidente do STJD, Rubens Approbato, que atendeu a um mandado de garantia, com pedido de liminar, do Santo André, solicitando suspensão das competições até que haja uma solução definitiva, em juízo, das ações e medidas judiciais que colocam em risco a disputa.

Tudo começou quando o advogado do Santo André, Dr. Osvaldo Sestário, entrou com um mandado de garantia, com pedido de liminar solicitando a suspensão da tabela das competições e a eliminação do Brasil de Pelotas, já que a CBF havia acatado uma liminar da Justiça Comum pedindo a inclusão do Brasil de Pelotas na Série C e o consequente rebaixamento do clube paulista.

Além do Santo André, Treze/PB, Rio Branco/AC, Brasil de Pelotas/RS e Araguaína/TO brigam por vagas na Terceira Divisão.

Em sua decisão, Approbato afirmou que o que prevalece são as normas da Fifa, e que resolveu pela suspensão para evitar a confusão generalizada nos dois Campeonatos que ainda podem ver suas composições modificadas pelo recurso interposto no RS e pela ação cautelar (PB).

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Uma recomendação que chama a atenção

Presidente do Google aconselha estudantes a desligar o computador

Eric Schmidt, presidente do Google, aconselha estudantes a desligar o PC uma hora por dia

Desligar o computador, smartphone ou qualquer aparelho eletrônico uma hora por dia. Este foi o conselho dado pelo presidente do Google durante uma palestra para estudantes da Universidade de Boston neste domingo (20). Na mesma cerimônia, Eric Schmidt recebeu um diploma honorário na instituição.

“Reserve uma hora por dia para desligar essa coisa. Tire os olhos da tela e olhe para a pessoa que você ama. Tenha uma conversa, uma conversa real.” Ele afirmou que as pessoas estão usando muitos aparatos eletrônicos e esquecendo o que existe no mundo real. Após falar essa frase, Schmidt foi aplaudido pelos estudantes da universidade, de acordo com o site "Huffington Post".

No Twitter, um estudante disse: “O presidente do Google fez um grande discurso na Universidade de Boston”.EFE

No Palácio de deus...23

Noticias da Corte:

Gente fina é outra coisa...festa de bacana na Corte de
Painho,segundo a fonte...esta de berço hoje a conhecida
e temida Supernnany...portanto as meninas de Painho,trataram
de dar um trato na lataria e pior,todas vão dormir mais tarde
hoje.

Meninas de Painho

Dizem que até Marinete...a diarista do condado,resolveu dar um
Trato na lataria...Vejam:

Marinete a diarista.

Ainda segundo a fonte,até sua arqui rival...mais conhecida no baixo
Clero como Anaconda,garantiu que estará nas comemorações...meu
Deus, vai da merda (foto abaixo)

Anaconda.

Dizem que ele estará lá...ao saber da possibilidade,supernanny
teria lhe mandado uma mensagem:



Painho estaria eufórico por mais um seculo de vida
bem vividos... Parabéns Supernannay.

Segundo eles...Agora vai.

STF fará três sessões semanais exclusivas para julgar o mensalão


Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram fazer sessões extras às segundas-feiras para julgar o processo do mensalão. Para acelerar o julgamento, o tribunal se reunirá nas tardes de segunda, quarta e quinta-feira exclusivamente para analisar a ação penal aberta contra 38 réus.

Os ministros rejeitaram a proposta apresentada pelo presidente do STF, ministro Carlos Ayres Britto, de fazer um esforço concentrado com sessões plenárias todos os dias, incluindo o período da manhã. Por esse cronograma, calculou Britto, o julgamento terminaria em três semanas.

Relator do processo, o ministro Joaquim Barbosa, disse não ter condições físicas para aguentar sessões duplas e diárias. Barbosa enfrenta há anos problemas na coluna e no quadril. Por isso sugeriu três sessões de julgamento por semana apenas no período da tarde.

Por essa sistemática que está praticamente definida - o Supremo baterá o martelo na próxima semana - o tribunal levará pelo menos um mês e meio para concluir o julgamento cuja data de início ainda não foi marcada.

Barbosa adiantou que seu voto tem mais de mil páginas. O relatório tem outras 122 páginas. Ele afirmou que julgará os réus em blocos, assim como fez quando a ação penal foi aberta. Em 2007, quando a denúncia foi recebida, os ministros analisaram o caso levando em conta os núcleos a que pertenciam cada um dos suspeitos - núcleo publicitário, núcleo político e núcleo bancário.

Na segunda-feira, o ex-ministro Márcio Thomaz Bastos, advogado de um dos réus do mensalão, levou ao presidente do STF e ao relator do caso um pedido para que não houvesse mudanças no rito do julgamento. Para ele, o tribunal deveria manter as tradicionais sessões plenárias, apenas nas quartas e quintas.

Bastos afirmou que restringir o tribunal ao julgamento do mensalão poderia impedir que outros casos urgentes, como os habeas corpus, fossem julgados. "Você deixa o estado de Direito entre parênteses", disse. "O julgamento deve ser feito em ritmo de normalidade", afirmou o advogado.Estadão