domingo, 30 de abril de 2017

MENSAGEM DO DIA

Morre o cantor e compositor Belchior, aos 70 anos

Ídolo na década de 70, Belchior foi responsável por grande sucessos da MPB, como "Como Nossos Pais", "A Palo Seco" e "Velha Roupa Colorida". (Foto: Divulgação)

Morreu neste domingo (30), em Santa Cruz do Rio Grande do Sul, o cantor e compositor cearense Belchior. Segundo a imprensa local, o corpo do músico deverá seguir ainda hoje para o município de Sobral, sua terra natal, onde deverá ser sepultado.

Um dos maiores nomes da música popular brasileira, Antônio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes, ou apenas Belchior, fez grande sucesso a partir da década de 70, quando lançou diversos discos, entre eles o álbum Alucinação, de 1976, que contou com alguns hits do artista, como "À Palo Seco", "Alucinação", "Velha Roupa Colorida" e "Como nossos pais", essas duas últimas também famosas na voz de Elis Regina.(Com informações de O Povo)

PONTOS POLÊMICOS - O que muda com a reforma trabalhista?

Reforma prevê a mais profunda alteração já feita nas leis trabalhistas (Foto: Portal Brasil)

A reforma trabalhista está no centro do debate da população nas últimas semanas. Ela prevê a mais profunda alteração nas leis trabalhistas desde a criação da Consolidação das Leis de Trabalho (CLT), em 1943. Aprovada pela Câmara na última quarta-feira, 26, ela segue para análise no Senado.

Para o setor empresarial, a reforma é uma modernização essencial para a geração de emprego, pois, segundo eles, a atual CLT é arcaica e engessa a contratação devido aos altos custos gerados por um funcionário.

Já críticos da reforma afirmam que ela ceifa direitos conquistados a duras penas pelo trabalhador. Segundo eles, a reforma não vai gerar empregos, pois isso depende do aumento do investimento e do consumo. Além disso, eles alertam que a reforma resultará na precarização das condições de trabalho. Confira abaixo as principais mudanças propostas pela reforma.

Acordo coletivo prevalecerá sobre a CLT

Considerado o ponto mais polêmico da reforma, o acordo coletivo é também a espinha dorsal da proposta.

Ele permite a negociação de jornadas mais extensas de trabalho, de até 12 horas diárias, seguidas de 36 horas de descanso. Atualmente, essa jornada é permitida apenas para algumas categorias, como policiais e vigilantes. A legislação atual determina uma jornada de, no máximo, 44 horas semanais, distribuídas em 8 horas diárias.

No acordo, o total mensal não deverá exceder 220 horas de trabalho, incluindo as horas extras, e as férias poderão ser parceladas em até três vezes.

O ponto também prevê a redução do horário de intervalo para descanso e alimentação de uma para meia hora para jornadas com mais de seis horas diárias.

O acordo também permitirá que trabalhadores e empregadores negociem diretamente a participação nos lucros das empresas, planos de cargos e salários. Também poderá ser alvo de acordo a prorrogação da jornada de trabalho em ambientes insalubres, sem a necessidade de licença prévia do Ministério do Trabalho.

A reforma possibilita ainda a possibilidade de trabalho de grávidas em ambientes insalubres, algo que a legislação atual proíbe, obrigando a empresa a realocar a funcionária de setor. A proposta muda essa determinação e autoriza o trabalho de grávidas em ambientes com nível médio e baixo de insalubridade, desde que apresentem atestado médico que afirme que o trabalho não afetará sua saúde nem a do feto. No entanto, elas não poderão trabalhar em ambientes de nível máximo de insalubridade.

Mudanças em contratos de trabalho

A reforma cria dois novos tipos de contrato de trabalho: o trabalho intermitente e o trabalho à distância. No primeiro, o trabalhador é convocado sob demanda, com três dias de antecedência, e recebe por hora trabalhada, sem garantia de uma jornada. Segundo o relator da reforma, o deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), esse ponto possibilita a formalização de trabalhadores que hoje atuam sem contrato no setor de serviços, como em bares e restaurantes.

Já o trabalho à distância (teletrabalho) deverá especificar as atividades prestadas e definir como será feita a manutenção dos equipamentos usados de forma remota pelo trabalhador.

Outro ponto proíbe que trabalhadores autônomos que prestam serviço exclusivo para uma empresa possam ser considerados funcionários da empresa. Atualmente, é comum esses trabalhadores entrarem na Justiça para exigir o vínculo empregatício.

O contrato de jornada parcial, que atualmente é limitado a 25 horas semanais, sem possibilidade de hora extra, passará a funcionar em dois formatos: um de duração máxima de 30 horas semanais, sem hora extra; outro de 26 horas semanais, com possibilidade de mais seis horas extras. Segundo o texto da proposta, isso facilitará a contratação formal de jovens, idosos e mães.

Fim do imposto sindical

A reforma elimina a contribuição sindical, cujo valor equivale a um dia de trabalho descontado direto na folha de pagamento e remetido a sindicatos da área do trabalhador em questão, seja ele sindicalizado ou não. A reforma torna essa contribuição facultativa. Segundo Marinho, esse ponto visa acabar com sindicatos de “fachada”.

Ações trabalhistas

Esse é outro ponto nevrálgico da reforma. Ele dificulta que trabalhadores entrem com ações judiciais contra empresas. Pelo texto, o empregado que assinar a rescisão de contrato fica proibido de questioná-la posteriormente na Justiça. Além disso, os processos ficam limitados a oito anos de trâmite. Se até o final deste período não houver acordo ou solução, o processo será extinto.

Se aprovada a reforma, trabalhadores que entrarem na Justiça contra o empregador não poderão faltar nenhuma audiência (atualmente, eles têm direito a três ausências).

Além disso, o custo da ação na Justiça do Trabalho com honorários, atualmente pagos pelo poder público, ficará ao encargo do trabalhador. Caso ele perca a ação, terá de arcar também com os custos dos advogados contratados pela parte contrária.

Se for considerado que o trabalhador agiu de má-fé, alterando a verdade dos fatos ou gerando resistência ao andamento do processo, arcarão com uma multa de 1% a 10% da causa, além de indenização da parte contrária.

Em caso de “Ofensas graves” cometidas por empregadores, a proposta determina que a indenização será de, no máximo, “cinquenta vezes o último salário contratual do ofendido”. Atualmente, fica ao encargo do juiz estipular esse valor, de acordo com cada caso.

Segundo o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), esse ponto enfraquece a Justiça do Trabalho de tal forma que ela perderá a razão de existir.

Bônus

A reforma determina que bônus recebidos pelo trabalhador deixem de ser considerados parte do salário, ficando, assim, livres de encargos. Atualmente, a Justiça do Trabalho considera os prêmios concedidos ao trabalhador pelo empregador como parte dos rendimentos, impondo encargos previdenciários sobre os mesmos.

Demissão de comum acordo

A reforma permite a demissão em comum acordo entre empregado e empregador. Nesse acordo, o empregador paga somente a metade do aviso prévio. O trabalhador ganha o direito de movimentar 80% do FGTS, mas perde o direito ao seguro-desemprego.

Multa

A legislação atual impõe uma multa de um salário mínimo regional por empregado a empregadores que mantenham funcionários não registrados. A reforma aumenta a multa para R$ 3 mil, para grandes empresas, e R$ 800, para pequenas empresas.

O texto também prevê multas para empregadores que, comprovadamente, discriminem funcionários por conta do sexo ou etnia.

Tempo de deslocamento

Atualmente, o tempo de deslocamento entre a casa e o trabalho de empregados que moram em áreas de difícil acesso ou sem serviços de transporte é contabilizado como parte da jornada de trabalho a ser remunerada. A reforma elimina essa remuneração. Segundo Marinho, a lei atual desestimula empresas a fornecerem transporte para seus funcionários.

Terceirização

Aprovada em março pelo governo Michel Temer, a lei de terceirização autorizou a contratação de terceirizados para todas as atividades de uma empresa.

A reforma trabalhista institui alguns pontos nessa questão. O texto determina que funcionários efetivos demitidos só poderão ser recontratados como terceirizados após 18 meses da demissão. O texto também determina aos terceirizados as mesmas condições de trabalho garantidas aos efetivos, como atendimento em ambulatório, alimentação, segurança, transporte, capacitação e qualidade de equipamentos.BBC

NO PARÁ DO AÇAÍ

VENEZUELA / OEA

Venezuela diz que não pagará dívida que tem com a OEA

"Ninguém pode me obrigar a pagar", afirmou o vice-ministro da Venezuela para a América do Norte e embaixador do país perante a OEA, Samuel Moncada, em coletiva de imprensa concedida no Consulado da Venezuela em Nova York. EFE/Khrystyna Kinson

O governo da Venezuela declarou na sexta-feira que não tem a intenção de pagar o que deve à Organização de Estados Americanos (OEA), um total de US$ 10,5 milhões, por considerar essa cobrança uma "humilhação".

"Ninguém pode me obrigar a pagar", afirmou o vice-ministro da Venezuela para a América do Norte e embaixador do país perante a OEA, Samuel Moncada, em coletiva de imprensa concedida no Consulado da Venezuela em Nova York.

Moncada se referiu ao tema após informar que, enquanto ele falava, a missão de seu país no organismo apresentava na sede da OEA uma carta na qual anunciava que se retiraria da organização, o que só poderá ser efetivado em dois anos.

A saída da Venezuela, que já havia sido antecipada pelas autoridades de Caracas, deixa no ar uma dívida de US$ 8,7 milhões de cotas atrasadas, mais US$ 1,8 milhão que o país deveria pagar neste ano.

O artigo 143 da Carta da OEA, que regula a saída de um Estado-membro, indica que este "ficará desvinculado da Organização após de ter cumprido com as obrigações emanadas da presente Carta".

Entre essas obrigações está quitar que deve, assim como respeitar os direitos humanos, a democracia representativa, a separação de poderes e a liberdade de expressão, como estipula a Carta, o documento de fundação da entidade, feito em 1948.EFE

BREXIT / ALEMANHA

Merkel pede união a países da UE em defesa do interesse comum no Brexit

EFE/EPA/Julien Warnarnd

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse neste sábado que os países da União Europeia (UE) buscarão manter uma boa relação com o Reino Unido após sua saída do bloco, mas que também devem representar unidos seus interesses durante as negociações do Brexit.

"Até o momento, o que conseguimos está bom e acredito que é um bom ponto de partida também nas negociações", afirmou a chanceler em sua chegada à cúpula europeia, na qual foram aprovadas as diretrizes para a negociação da saída de Reino Unido da UE.

Merkel reiterou que a prioridade do bloco comunitário será, em primeiro lugar, tratar as negociações da saída.

"Só depois disso, quando tiverem sido discutidos os pontos essenciais das negociações da separação, chegaremos também ao ponto de falar sobre o futuro", comentou a chanceler.

As negociações sobre o Brexit abrangerão as "questões financeiras" e os futuros direitos dos cidadãos do bloco comunitário que vivem no Reino Unido, bem como os dos cidadãos britânicos na UE, indicou a chefe de governo da Alemanha.

Merkel agradeceu ao presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, ao da Comissão Europeia, Jean-Claude-Juncker, e ao chefe negociador comunitário para o Brexit, Michael Barnier, por terem preparado o encontro "de maneira excelente" para resolver na jornada de hoje a aprovação das diretrizes, para que os líderes do bloco "possam focar nos próximos passos".EFE

EUA / MEIO - AMBIENTE

Centenas protestam contra política climática em frente à Trump Tower

Foto do dia do protesto em Washington. EFE/Tasos Katopodis

Centenas de pessoas marcharam neste sábado pelas ruas de Nova York e em frente à Trump Tower na Quinta Avenida para protestar contra a política climática do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, coincidindo com a data que marca seus primeiros cem dias no poder.

O protesto se concentrou em frente ao emblemático edifício de Trump, cuja entrada está protegida há semanas por muros de segurança e é visitada diariamente por turistas curiosos e cidadãos que vendem artigos críticos ao presidente.

Os manifestantes criticaram Trump, levantando suas vozes e seus cartazes, e as ideias que defendeu a respeito de outros temas como a imigração, a educação, os refugiados ou o sistema sanitário, que representam uma reversão das medidas impulsionadas por seu predecessor, Barack Obama.

Sob o lema "100 dias de fracasso", a marcha pretendia divulgar "todas as formas como Trump está pondo as pessoas em risco e tornando a vida mais difícil para as pessoas comuns", segundo a convocação postada na internet.

As concentrações para mostrar inconformidade com as políticas do governo e, em geral, com os primeiros 100 dias da administração Trump, se repetiram hoje em até sete pontos nos arredores de Manhattan.

No distrito de Queens foram realizadas diferentes atividades com o denominador comum da questão climática e alimentar, como oficinas de compostagem ou de informação sobre o oleoduto Keystone e a poluição em usinas termelétricas.

Outras cidades por todo o país viram milhares de pessoas saírem às ruas para pronunciar-se contra a política climática do presidente em diferentes marchas, a maior delas em Washington.

Trump declarou sexta-feira que as primeiras 14 semanas de seu mandato foram o período "mais exitoso" da história dos Estados Unidos e causaram uma "mudança profunda" no país.EFE

CUBA / SECA

Intensa seca afeta quase 1 milhão de pessoas em Cuba
Desde o início de abril, o país caribenho sofre com a forte seca, uma das mais agudas do século. EFE/Alejandro Ernesto

Quase um milhão de pessoas estão sendo afetadas pela grave e prolongada seca em Cuba, onde 11 de suas 15 províncias estão com seus reservatórios abaixo da metade de sua capacidade, segundo informações divulgadas pela televisão estatal nesta sexta-feira.

Entre as mais de 964 mil pessoas prejudicadas por esta situação em abril, o último mês do período de seca, 663 mil residem na província de Santiago de Cuba, segundo o relatório.

Em todo o país, há 296 fontes de abastecimento de água que estão limitadas, delas 234 de forma parcial e outras 62 estão totalmente paralisadas.

Neste momento, os reservatórios da ilha registram 36,5% de sua capacidade de enchimento, e em particular nas províncias de Sancti Spíritus, Ciego de Ávila e Camaguey, onde a seca é particularmente aguda, estando abaixo do 25%.

Embora as chuvas dos últimos dias permitiram aumentar mais de 54 milhões de metros cúbicos de água nos reservatórios e que beneficiaram as províncias de Santiago de Cuba, Matanzas, Mayabeque e Havana.

De acordo a análise realizada por especialistas do Instituto Nacional de Recursos Hidráulicos da ilha, superar a grave seca que sofre o país desde 2014 demoraria dois anos, mesmo com registro "aceitáveis" de chuvas.

Em Cuba, onde 71% do território está afetado pela seca, foram realizadas ações imediatas diante da falta de chuvas, entre elas a instalação de usinas de dessalinização, a escavação de poços e a recarga de água subterrânea.

Para aliviar os efeitos da seca - a mais grave do último século -, as autoridades iniciaram medidas de economia e uso racional em setores altos consumidores e o denominado Programa Nacional da Água, que trata de solucionar as perdas na condução da água.EFE

sexta-feira, 28 de abril de 2017

HAPPY HOUR



PENSAMENTO DA SEXTA




NOSSO SOM :





GREVE GERAL

Temer cortará ponto de servidores que aderirem à greve geral

A ideia de Temer é manter ao máximo o tom de normalidade no dia da greve (Foto: Wikimedia)

O presidente Michel Temer decidiu que contará o ponto dos servidores públicos que faltarem ao trabalho para participar da greve geral convocada para a próxima sexta-feira, 28, contra as reformas do governo. A medida tem como base uma decisão de outubro do Supremo Tribunal Federal (STF), que validou o corte do salário de servidores que aderissem a paralisações.

A decisão foi tomada em reunião na última segunda-feira, 24, com os ministros, de onde saiu o anúncio de que três deles seriam exonerados temporariamente para votar a reforma da Previdência na Câmara. Na ocasião, o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, sugeriu a ideia do corte do ponto e em seguida Temer endossou a decisão.

A ideia é manter ao máximo o tom de normalidade no dia da greve. Para isso, o governo trabalha para que não se dissemine a imagem de “grande greve nacional” e espera que a mobilização não saia das capitais e grandes cidades. Além disso, aliados do presidente tentam negociar com centrais sindicais mais próximas do governo, como Força Sindical e União Geral dos Trabalhadores (UGT), para esvaziarem as manifestações.

O receio é que o aumento da mobilização eleve a pressão sobre a base aliada de Temer contra as reformas trabalhista e da Previdência. Temer acompanhará as manifestações de Brasília.

Doria ameaça cortar ponto

Além de Temer, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), afirmou que também cortará o ponto de funcionários da prefeitura que aderirem à greve de sexta-feira. “Eu não apoio esse movimento”, declarou o prefeito a uma rádio paulista nesta quarta-feira, 26.

De acordo com assessores, Doria não mencionou a publicação de decreto com a medida, mas determinou que chefes de sessão dos órgãos municipais cortem o ponto daqueles que faltarem ao trabalho.Folha / O Globo


VIVENDO NO BRASIL 1



LEMBRETE - E hoje é o ultimo dia pra você declarar seu IR

NO PARÁ DO AÇAÍ

Aragão recebe alta após quase uma semana internado


O cantor e compositor Jorge Aragão recebeu alta médica nesta quinta-feira (27), após quase uma semana internado em um hospital em Belém, onde passou por uma angioplastia. A informação foi confirmada pela assessoria do cantor no início da noite de hoje.

Jorge Aragão recebeu orientação de não viajar imediatamente, então, ficará em Belém até o final de semana, quando seguirá para o Rio de Janeiro. O cantor não teve problemas ou sequelas com relação a musculatura do coração.

O compositor fará uma coletiva de imprensa em um hotel no bairro da Campina, em Belém, na manhã de sexta-feira (28), para falar sobre o ocorrido. DOL

MINERAÇÃO - Lucro da Vale sobe 25% e chega a R$ 7,891 bilhões

É o melhor resultado trimestral da companhia desde o terceiro trimestre de 2013 (Foto: Flickr)

A mineradora Vale registrou lucro líquido de R$ 7,891 bilhões no primeiro trimestre de 2017, uma alta de 25% ante o lucro de R$ 6,311 bilhões registrado no mesmo período do ano passado. O resultado trimestral, impulsionado pela maior produção de minério de ferro, é o melhor desde o terceiro trimestre de 2013. Além disso, é seu quinto resultado positivo seguido.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado da mineradora subiu para R$ 13,523 bilhões, um avanço de 82,5% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando registrou lucro de R$ 7,41 bilhões. No entanto, o desempenho teve queda de 13,4% em relação ao quarto trimestre 2016.

A receita líquida da companhia somou R$ 26,742 bilhões no primeiro trimestre, alta de 30% ante o mesmo período de 2016. Entretanto, o resultado foi 12,8% menor que o do quarto trimestre de 2016.

Com os resultados apresentados nesta quinta-feira, 27, O diretor-executivo de Finanças e Relações com Investidores da Vale, Luciano Siani Pires, considerou que a empresa fechou 2016 “muito bem” e começa 2017 “em grande estilo”.

Além disso, o executivo também destacou que a companhia conseguiu reduzir sua dívida de US$ 25 bilhões para US$ 22,8 bilhões. “O que mostra que a companhia está em trajetória de desalavancagem e, nos próximos trimestres, com aumentos sucessivos da produção em todas as linhas de negócios, vamos atingir resultados ainda melhores”, afirmou Siani.

Produção recorde compensa vendas menores

A Vale informou que a produção de minério de ferro, sua principal commodity, atingiu valores recordes e que os preços mais altos conseguiram compensar parcialmente o menor volume de vendas sazonal nos últimos meses.

Segundo a companhia, foram produzidos 86,2 megatoneladas (86,2 milhões de toneladas) de minério de ferro no primeiro trimestre, com recorde de produção de 36 megatoneladas no Sistema Norte. Além disso, a produção trimestral de carvão em Moçambique também registrou recorde – 2,4 megatoneladas.Valor Econômico

COMPORTAMENTO




SAÚDE / CÂNCER / REINCIDÊNCIA

Estudo consegue prever reincidência de câncer um ano antes do método atual

Dos 14 pacientes que apresentaram reincidência da doença, o método conseguiu prever 13 casos (Foto: Pixabay)

Um novo estudo britânico conseguiu rastrear sinais de reincidência de câncer em exames de sangue um ano antes do que é possível atualmente. A equipe conseguiu rastrear sinais, quando o câncer ainda não era visível no raio-X e na tomografia. O estudo foi publicado na revista Nature.

Os pesquisadores acreditam que identificando o tumor mais cedo, as chances de curar um paciente são maiores. Apesar de a pesquisa focar em câncer de pulmão, eles acreditam que as descobertas podem ser aplicadas para outros tipos de câncer.

A equipe do Instituto Francis Crick, em Londres, junto com a equipe da University College London analisou o DNA defeituoso de amostras de tumores de pulmões retiradas de pacientes a partir de cirurgias. A partir da análise, os pesquisadores conseguiram um “mapa genético” do câncer de cada paciente.

A cada três meses, os pacientes passavam por novos exames de sangue para que os médicos pudessem verificar se algum vestígio do DNA do câncer teria reaparecido. Os resultados revelaram que os pesquisadores eram capazes de detectar a reincidência do câncer um ano antes do método atual na medicina. Atualmente, os tumores costumam ter, em média, um volume de 0,3 milímetros cúbicos quando são detectados em exames de sangue convencionais.

Dos 14 pacientes que apresentaram reincidência da doença, o método conseguiu prever 13 casos. Mesmo assim, ainda são necessários mais testes para comprovar a eficiência do método.The Francis Crick Institute

TENSÃO NA PENÍNSULA

EUA começam instalação de sistema antimísseis na Coreia do Sul

Militares estão transportando os equipamentos desde o início da madrugada desta quarta (Foto: U.S. Pacific Command)

O exército dos Estados Unidos começou a posicionar nesta quarta-feira, 26, as primeiras peças do sistema antimísseis THAAD no sul da Coreia do Sul. Segundo a agência de notícias Reuters, a instalação do sistema deve ser concluída até o final de 2017.

“A Coreia do Sul e os Estados Unidos têm trabalhado para garantir uma capacidade operacional inicial do sistema THAAD em resposta ao avanço da ameaça nuclear e de mísseis da Coreia do Norte”, informou o ministério da Defesa sul-coreano, em um comunicado divulgado nesta quarta-feira.

De acordo com a agência sul-coreana Yonhap, os militares americanos estão transportando radares e outros equipamentos para o condado de Seongju – 250 km ao sul da capital Seul – desde o início da madrugada.

A medida dos militares americanos, no entanto, não agradou parte da população local, que foi às ruas protestar. Dessa forma, as autoridades sul-coreanas montaram um forte esquema de segurança para conter as manifestações.

Tensão na região

O THAAD é motivo de forte controvérsia dentro da própria Coreia do Sul, já que milhares de cidadãos do país pediram à Justiça para avaliar a legalidade desse projeto militar. Para eles, o sistema foi aprovado unilateralmente pelo conselho de segurança do gabinete presidencial e sua implementação fere direitos como o de liberdade de ocupação do espaço, o direito à vida pacífica, saúde e meio ambiente saudável.

Além disso, a instalação do sistema antimísseis agrava o clima de tensão na região gerado pelas provocações entre Washington e Pyongyang. Recentemente, o governo americano enviou para a Coreia do Sul um submarino com mísseis guiados e a Coreia do Norte fez exercícios de artilharia por conta do 85º aniversário de seu exército.

Até mesmo o governo da China mostrou desagrado com a medida do exército americano. Para eles, o THAAD fará pouco para deter os norte-coreanos, além de desestabilizar o equilíbrio da segurança da região.The Guardian


BRASIL / MULHERES / EMPODERAMENTO

O evento também incluirá a apresentação da quinta temporada da série "House of Cards". EPA/MIKE NELSON

As atrizes americanas Meryl Streep e Robin Wright participarão em 29 de maio de um grande evento em São Paulo onde analisarão a posição da mulher no mundo trabalhista atual e seu empoderamento na sociedade, informou nesta quarta-feira o Banco Santander Brasil.

"Teremos uma conversa sobre a mulher, a posição da mulher e a liderança feminina no mundo de hoje que se acelera", afirmou o presidente da filial brasileira do Santander, Sergio Rial, em um encontro com jornalistas.

O evento será organizado pela entidade bancária e nele será apresentada a quinta temporada da série "House of Cards", uma produção do Netflix protagonizada por Kevin Spacey e a própria Robin Wright.

Rial lembrou o episódio no qual Wright exigiu da produtora que pagasse o mesmo salário de seu companheiro Kevin Spacey, pretexto ideal para falar "dessa nova mulher que ainda tem que se posicionar no mercado de trabalho".EFE

VIVENDO NO BRASIL 2



INTERNET MÓVEL - PL permite o acúmulo de dados


Projeto de Lei do Senado, de autoria do senador Dário Berger (PMDB-SC) propõe que o usuário tenha direito de acumular e usufruir, a qualquer tempo, o saldo do volume de dados de sua conexão à internet em banda larga móvel não consumido no mês contratado.

A proposta tramita na Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) do Senado, em fase de recebimento de emendas até esta quinta-feira (27).

De acordo com o autor, há uma distorção a ser corrigida: se o usuário excede o limite de dados contratado, deve pagar mais para continuar navegando; se consumir menos, no entanto, “esse saldo simplesmente some”.

Além da CCT, a matéria será apreciada também na Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor.

A essa última, cabe a decisão em caráter terminativo, ou seja, se aprovado o projeto, ele pode seguir diretamente para a Câmara dos Deputados, sem necessidade de votação em plenário.Exame

ÍNDIA INTERNET / UNIVERSIDADE DE DELHI

Universidade de Delhi quer ensinar alunos a como escrever nas redes sociais

As aulas fariam parte de um curso livre e que pretende ensinar técnicas de escrita em canais não convencionais. EFE/Javier Etxezarreta.

O Departamento de Língua Inglesa da Universidade de Delhi estuda a possibilidade de introduzir aulas de redação em plataformas digitais, como redes sociais e blogs, em sua grade curricular para complementar a formação dos alunos, informou à Agência Efe a diretora da área, Christel Devadawson, nesta quarta-feira.

As aulas fariam parte de um curso livre e que pretende ensinar técnicas de escrita em canais não convencionais.

"São canais que estão ganhando espaço e que representam importantes ferramentas para os nossos alunos, que atualmente têm que ir a outros centros para dominá-los", afirmou Christel.

De acordo com a diretora, nos últimos dois anos, 30 professores de inglês de várias faculdades fizeram encontros para deliberar sobre possíveis formas de atualizar o plano de estudos.

A disciplina de língua inglesa é uma matéria principal em todas as carreiras da Universidade de Delhi e os alunos precisam fazer por provas dela para obter o diploma. No entanto, os responsáveis do Departamento acharam importante atualizar os métodos utilizados para ensinar o idioma e adaptá-los às exigências atuais.

"Com as apreciações dos professores, o Comitê de Cursos completou no mês passado uma minuta que foi enviada às faculdades na última semana", explicou ela.

Para iniciar a nova matéria os professores passariam por uma capacitação, além de consultar organizações e especialistas no tema. Antes de ser implantado, o projeto precisa ser aprovado pelo Conselho Acadêmico e pelo Conselho Executivo da Universidade.EFE

FESTIVAL CANNES

Festival de Cannes enfeita com diamantes Palma de Ouro de sua 70ª edição
A Palma de Ouro criada pela joalheria Chopar. EFE/Divulgação Chopar

A cobiçada Palma de Ouro do Festival de Cannes, que realizará sua 70ª edição entre os próximos dias 17 e 28 de maio, estará coberta pela primeira vez por uma "nuvem de diamantes" para comemorar tanto esse aniversário como os 20 anos de colaboração entre o evento e o joalheiro suíço Chopard.

A marca anunciou nesta terça-feira em um comunicado que com essa "joia única, fabricada a partir de materiais extraídos de maneira responsável, Chopard expressa seu profundo carinho pelo festival, reafirmando ao mesmo tempo seu compromisso a favor de um luxo sustentável".

Chopard destacou que, "resplandecente mais do que nunca" este mítico troféu da sétima arte, que no ano passado foi para "Eu, Daniel Blake", do britânico Ken Loach, "voltará a ser, uma vez mais, alvo de todos os desejos".

A Palma de Ouro é um trabalho feito a mão no seio de suas oficinas de Genebra desde 1998 e requer de 40 horas de trabalho.EFE

CALIFADO EM CRISE - Estado Islâmico enfrenta êxodo de membros estrangeiros

A grande questão é descobrir qual seria a real intenção dessas pessoas (Foto: Wikimedia)

Segundo reportagem exclusiva do jornal inglês Guardian, muitos membros estrangeiros do Estado Islâmico (Isis) estão abandonando o grupo e tentando entrar na Turquia. Na última semana, um homem e uma mulher britânicos e um homem americano se entregaram na fronteira turca depois de mais de dois anos em áreas controladas pelo Estado Islâmico.

Ainda não se sabe o número exato de estrangeiros que estão desistindo do grupo jihadista, mas as autoridades da Turquia e da Europa dizem que muito combatentes estão entrando em contato com suas embaixadas para tentar retornar ao país de origem.

A grande questão é descobrir qual seria a real intenção dessas pessoas. Acredita-se que aqueles combatentes mais comprometidos com a ideologia jihadista podem estar tentando se infiltrar na Turquia para viajar para Europa, onde poderiam se vingar pela situação atual do califado.

Qualquer cidadão britânico preso por participar do Estado Islâmico pode enfrentar penas da lei de combate ao terrorismo do país. A pena máxima é de prisão perpétua.

Estima-se que mais de 30 mil estrangeiros foram para Síria se juntar ao Estado Islâmico. No entanto, o governo americano acredita que 25 mil deles já foram mortos.The Guardian

CHINA / ESPAÇO

China consegue reabastecer seu laboratório espacial pela primeira vez
O foguete Changzheng-2F , que levou especialistas ao laboratório espacial Tiangong 1. EFE/Str

O cargueiro espacial chinês "Tianzhou-1", lançado no último dia 20 de abril, conseguiu nesta quinta-feira pela primeira vez reabastecer com combustível o laboratório orbital "Tiangong-2", um teste importante para que China estabeleça uma futura estação permanente no cosmos.

A China se transformou assim no terceiro país do mundo, depois de Rússia e Estados Unidos, capaz de efetuar este tipo de manobra de abastecimento de combustível no espaço, destacou a agência de notícias oficial "Xinhua".

A operação demorou cinco dias e foi completada às 19h07 (horário local, 8h07 de Brasília), depois que o "Tianzhou-1" se acoplou ao laboratório espacial no último sábado.

Na atual missão, o cargueiro espacial voltará a se desprender do "Tiangong-2" para voltar a acoplar-se por um ângulo diferente no mês de junho e testar de novo o abastecimento, tudo com o objetivo de avaliar o programa espacial chinês para a futura estação espacial permanente.

Tal estação, culminação de um programa de voos tripulados que a China idealizou em 1992 (embora os primeiros astronautas do país só tenham viajado ao cosmos em 2003), será colocada em órbita por volta de 2022, e poderia eventualmente converter-se na única em funcionamento, uma vez que a Estação Espacial Internacional será "aposentada" em 2024.EFE

quinta-feira, 27 de abril de 2017

MENSAGEM DO DIA

NO PARÁ DO AÇAÍ

Polícia investiga caso da Baleia Azul no Pará


Uma suspeita de caso envolvendo o desafio Baleia Azul foi registrado no município de Ananindeua, Região Metropolitana de Belém, e será investigado pela Delegacia de Prevenção e Repressão a Crimes Tecnológicos (DPRCT). As informações foram confirmadas pela Polícia Civil do Pará.

Segundo informações iniciais, a mãe da adolescente procurou a Seccional de Ananindeua para buscar ajuda sobre comportamentos apresentados pela filha. Inicialmente, a garota agia de maneira estranha e introspectiva. Depois, a mãe começou a perceber ferimentos nos braços da adolescente. Por fim, a vítima teria tentado se jogar da residência delas.

A garota admitiu que fazia contatos com uma pessoa pela web e que seguia os passos do tal desafio, que prevê desde automutilação até o suicídio do participante.

A delegada Vanessa Lee, da Delegacia de Repressão a Crimes Tecnológicos, acompanhará o caso e determinará as providências a serem tomadas pelas autoridades, como exames médicos e outros tipos de perícia.DOL

REPÓRTERES SEM FRONTEIRA

Liberdade de imprensa nunca esteve tão ameaçada, diz ONG

Um total de 72 países do ranking da ONG estão em situação 'difícil' ou 'muito grave' (Fonte: Reprodução/Pixabay)

Em seu relatório anual divulgado nesta quarta-feira, 26, a Repórteres Sem Fronteira alertou que a liberdade de imprensa no mundo está mais ameaçada do que nunca.

De acordo com a ONG, isso se deve a informações falsas e à retórica contra a mídia de líderes como o presidente dos EUA, Donald Trump. A chegada de Trump à presidência norte-americana “precipitou a caça aos jornalistas”, ressaltou a organização.

A Repórteres Sem Fronteira destaca que, ao acusar a imprensa de publicar informações falsas, o presidente dos EUA “não apenas compromete uma longa tradição americana de luta pela liberdade de expressão”, mas também “contribui para desinibir os ataques contra a imprensa no mundo”.

O ranking mundial da Liberdade de Imprensa 2017 elaborado pela ONG mostra um retrocesso de países considerados “virtuosos”, como EUA (43º lugar), Grã-Bretanha (40º lugar) e Chile (33º lugar). A primeira posição da lista é ocupada pela Noruega e a última pela Coreia do Norte.

Um total de 72 países do ranking estão em situação “difícil” ou “muito grave”, como China (176º), Cuba (173º), Rússia (148º), México (147º), Honduras (140º), Venezuela (137º), Colômbia (129º), Guatemala (118º), Paraguai (110º) e Nicarágua (92º).

No México, o retrocesso é muito significativo: em 2002 ocupava a 75ª posição do ranking e hoje caiu para a 147ª. Dez jornalistas foram assassinados no país no ano passado e “março de 2017 foi marcado por ataques em série”.

Apenas 49 países apresentam condições “boas ou mais ou menos boas”, segundo o ranking da ONG, incluindo Costa Rica (6º), Espanha (29º), Uruguai (25º) e Chile (33º). Outros 59 países estão em situação sensível.G1

UNIVERSIDADE DE LONDRES

Encontrada evidência de uma das primeiras formas de vida na Terra

Amostras são pelo menos 300 milhões de anos mais antigas que as já conhecidas!

Um grupo de cientistas da Universidade de Londres descobriu, presos em camadas de quartzo, pequenos filamentos de bactéria que teriam vivido há 3,7 bilhões de anos. As amostras são quase 300 milhões de anos mais antigas que as primeiras evidências de vida encontradas anteriormente.

Matthew Dodd, responsável pelo estudo, explica: “Nossa descoberta dá fundamento à ideia de que a vida surgiu dos respiradouros hidrotermais dos fundos marinhos pouco depois da Terra ter se formado”. O pesquisador acredita que esses novos dados vão lançar luz sobre muitos aspectos inexplorados da história da vida: “Essa descoberta nos ajuda a reconstruir a história do nosso planeta e ajudará também a identificar rastros de vida em outras partes do universo”.

Se confirmada a veracidade desses dados, será possível determinar que a vida teve início na Terra em um momento em que tanto nosso planeta quanto Marte possuíam água em estado líquido em suas superfícies. Infobae
Imagem: Domínio público

VIVENDO NO BRASIL

ANTIBIÓTICOS - Penicilina altera comportamento de filhotes de camundongos

A pesquisa mostrou que o uso dos antibióticos afetou o desenvolvimento do cérebro e influenciou na sociabilidade dos animais (Foto: Wikimedia)

A simbiose entre os seres humanos e a flora intestinal é complexa. As bactérias regulam o intestino, ajudam a digestão, protegem o sistema imunológico e produzem vitaminas, como a biotina e a vitamina K. Porém, alguns microrganismos causam obesidade, desnutrição e infecções. E experimentos em camundongos que tiveram seu sistema bacteriológico alterado por altas doses de antibióticos mostraram que a ausência de flora intestinal afeta o desenvolvimento do cérebro e influencia a sociabilidade.

Agora, no artigo recém-publicado na revista científica Nature Communications Sophie Leclercq e seus colegas da Universidade McMaster, em Hamilton, Ontário, descreveram um novo experimento realizado com fêmeas de ratos grávidas.

Uma semana antes de darem à luz e três semanas após o parto algumas fêmeas beberam água misturada com uma dose não muito forte de penicilina. Um segundo grupo bebeu água com penicilina e uma bactéria chamada Lactobacillus rhamnosus, que altera o comportamento do hospedeiro. Já um terceiro grupo não teve a água adulterada. Vinte e cinco filhotes nasceram de mães do primeiro grupo, 19 do segundo e 28 do terceiro.

Seis semanas depois do nascimento, os pesquisadores testaram a sociabilidade dos filhotes colocando-os, um de cada vez, durante dez minutos, em um pequeno túnel em forma de Y com duas câmaras nas extremidades. Uma câmara continha outro camundongo do mesmo sexo preso em uma gaiola. Na outra câmara a gaiola estava vazia.

Os filhotes cujas mães foram medicadas com penicilina preferiram ficar sozinhos, ao contrário dos filhotes mais sociáveis e submissos de mães que não haviam bebido água adulterada. Por sua vez, os machos expostos à penicilina e à bactéria Lactobacillus ficaram mais agressivos. A pesquisa mostrou que a alteração da flora intestinal provocada pelo antibiótico e a bactéria influenciou o comportamento dos animais.The Economist

CRISE DOS REFUGIADOS

Menores desacompanhados são alvos de exploração em campos de refugiados

Muitas crianças dormem no mesmo ambiente que adultos, a ameaça de violência é frequente (Foto: Pixabay)

Pelo menos 23 mil refugiados menores desacompanhados precisam de ajuda urgente nos campos da Grécia e da Itália, segundo um levantamento da União Europeia. O documento liderado por Hans Gustaf Wessberg indicou que, além da falta de segurança, água, comida e medicamentos, as crianças e os jovens são alvos de exploração.

Segundo Claude Moraes, membro do Parlamento Europeu, o relatório serve como um sinal de alerta. “A quantidade de abuso infantil, estupro e contrabando que está ocorrendo é terrível. Se a União Europeia tem algum tipo de valor, ela deve cuidar dos menores desacompanhados que chegam à Europa”.

Apesar dos países da União Europeia terem se comprometido a reassentar 34.953 refugiados de campos italianos, menos de 1,2 mil assentamentos aconteceram, de fato, até setembro do ano passado. Nenhum desses assentamentos envolveu menores desacompanhados.

Muitas crianças dormem no mesmo ambiente que adultos, a ameaça de violência é frequente. Elas costumam viajar sozinhas, porque seus pais só têm condições de mandar um membro da família para a jornada rumo à Europa. No entanto, os menores costumam ser alvo do comércio sexual, segundo a Europol, agência responsável por garantir o cumprimento da legislação da União Europeia.

Quase 90% das 2,5 mil crianças que estão nos campos gregos vem da Síria, Afeganistão ou Iraque. Nos campos italianos, pelo menos 20,5 mil crianças são de países da África afetados por conflito ou perseguição, como Nigéria e Eritreia.

Em 2016, mais de 5 mil pessoas morreram no Mediterrâneo. Acredita-se que, a partir de junho, haverá uma nova onda de imigração rumo à Europa, por conta de problemas na Líbia, Síria e Turquia. Será a chance da União Europeia mostrar que se preocupa com os menores desacompanhados.The Guardian

ESTEREÓTIPOS - Austrália enfrenta disparada no consumo de metanfetamina

Mais de 25 mil australianos fazem uso regular de metanfetamina, a maior taxa de dependência no mundo (Foto: Wikimedia)

Poucas vezes um político admite que o filho é viciado em drogas. Quando Bob Hawke, um ex-primeiro-ministro, teve a coragem de expor seu drama há mais de 30 anos, muitos pais identificaram-se com ele. O consumo de heroína espalhara-se pela Austrália. No final da década de 1990, o país tinha quase 150 mil pessoas viciadas em heroína. Com a perseguição aos traficantes e os programas de educação e tratamento para viciados, o consumo da droga diminuiu em três quartos.

A heroína foi substituída pela metanfetamina, um estimulante do sistema nervoso usado por pilotos na Segunda Guerra Mundial. Mais de 25 mil australianos fazem uso regular de metanfetamina, a maior taxa de dependência no mundo. Os usuários consomem o estimulante em forma de cristal, a mais potente, chamado de “ice” na gíria local. A proporção de usuários de metanfetamina em cristal aumentou 50% entre 2010 e 2013.

Um adolescente nervoso em uma clínica de reabilitação em Sydney administrada pela Ted Noffs Foundation atribui sua popularidade ao fácil acesso. O preço também é acessível. Por cerca de A$40 (US$30) seu efeito dura quase o dia inteiro. Segundo John Coyne, um ex-agente de inteligência, a China é a principal fornecedora de metanfetamina na Austrália.

Os usuários de metanfetamina podem ter surtos de paranoia, de agressividade e até mesmo crises psicóticas. As internações hospitalares decorrentes do uso de metanfetamina quadruplicaram desde 2010. Infelizmente, o combate ao vício da droga não tem sido tão eficaz como no caso da heroína, quando havia um trabalho coordenado entre médicos, escolas e a polícia.The Economist

RITIMO - O segredo dos espermatozoides

O sucesso depende da capacidade de "nadar" mais rapidamente!

Dos 50 a 150 milhões de espermatozoides liberados por um homem ao ejacular, somente 10 alcançarão o óvulo após uma jornada incrível. Desses, apenas um poderá fertilizá-lo.

Pesquisadores japoneses e britânicos estudaram o motivo do sucesso de alguns espermatozoides em comparação ao fracasso de outros, e, aparentemente, o segredo está no ritmo do nado.

Os cientistas tiveram que medir o ritmo das caudas (semelhante, em seu padrão, aos campos que se formam quando dois ímãs se juntam) para poder compreender o fluxo do líquido que gira em torno de cada espermatozoide. Essa medição permitiu que eles criassem uma fórmula matemática que explica os padrões rítmicos pelos quais cada espermatozoide se impulsiona para chegar ao óvulo.

O novo modelo poderá prever o movimento de grandes quantidades de espermatozoides e auxiliar no tratamento da infertilidade masculina.El Espectador
Imagem: Shutterstock

quarta-feira, 26 de abril de 2017

MENSAGEM DO DIA

BRASIL / ESPANHA

Rajoy vê acordo entre UE e Mercosul "mais perto do que nunca"

O presidente de governo da Espanha, Mariano Rajoy. EFE/Sebastião Moreira

O presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy, disse nesta terça-feira acreditar que o futuro acordo entre União Europeia (UE) e Mercosul está "mais perto do que nunca" e defendeu a aceleração das negociações para fechar um pacto político ainda neste ano.

Rajoy confirmou a aposta por esse acordo em discurso no I Fórum Espanha-Brasil realizado em São Paulo em meio à visita oficial do govenante ao território brsileiro.

Em ato que contou com as presenças do ministro das Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes, e do ministro da Indústria e do Comércio, Marcos Pereira, Rajoy garantiu que a Espanha está fazendo todo o possível para agilizar esse acordo.

De acordo com o governante espanhol, o acordo é bom porque melhorará a vida dos cidadãos de ambos os blocos ao criar um mercado de 700 milhões de consumidores e facilitará as relações entre suas empresas.

Além disso, ressaltou que permitirá enviar uma mensagem positiva à comunidade internacional sobre os benefícios do mercado e da abertura exterior.

"Os acordos comerciais amplos, equilibrados e mutuamente benéficos são o melhor instrumento para garantir o crescimento e a prosperidade mundial", ressaltou Rajoy.EFE

VIVENDO NO BRASIL





CIÊNCIA / CONTAMINAÇÃO

Cientistas documentam entrada de plástico na cadeia alimentar terrestre

EFE/QILAI SHEN

Uma equipe de cientistas mexicanos e holandeses documentou pela primeira vez a entrada de microplásticos na cadeia alimentar terrestre, graças a um estudo de campo desenvolvido na reserva da biosfera de Los Petenes (México).

Apesar de há anos existirem estudos sobre a entrada do plástico na cadeia alimentar marinha, este seria o primeiro a documentar o fenômeno no entorno terrestre, segundo explicou nesta terça-feira à Agência Efe a cientista mexicana Esperanza Huerta.

Huerta, do centro de pesquisa El Colégio da Fronteira Sul, em Campeche, apresentou hoje em Viena na reunião da União Europeia de Geociências o resultado do estudo desenvolvido junto à Universidade de Wageningen, de Holanda.

A pesquisadora expôs que devido à falta de recolhimento e gestão dos plásticos, os habitantes da zona de Los Petenes os queimam e enterram no chão de suas hortas, o que aumenta o risco de microfragmentação.

Para avaliar a situação, os pesquisadores analisaram em setembro o solo, as minhocas, bem como as fezes e as moelas de galinhas domésticas de dez hortas nessa reserva mexicana.

Assim, foi possível documentar a presença de plásticos de diminuto tamanho na terra, dentro das minhocas e nas fezes e moelas das galinhas analisadas, o que pode supor um risco para a saúde humana.

"Este é o primeiro trabalho feito em sistemas terrestres que mostra como o plástico entra na cadeia alimentar", explicou Huerta.

"Não sei por que não foi feito antes, acredito que talvez não houve consciência para fazê-lo", acrescentou a pesquisadora, que considerou que as pessoas não sabiam de seu potencial perigo.

Huerta indicou que as minhocas, ao digerirem o plástico, ajudam também a fracioná-lo e essa substância depois passa às galinhas que se alimentam delas.

As galinhas se contaminam diretamente porque beliscam plásticos que estão aderidos restos de comida, segundo expôs.

Huerta assegurou que, dado que Los Petenes é uma reserva da biosfera e seus habitantes recebem educação ambiental, é possível que em outros entornos a situação seja inclusive pior.

O grande problema para a pesquisadora é o costume de queimar os plásticos, o que agrava a contaminação.

"Pensam que ao queimá-lo resolveram o problema. Mas a situação é que então é acessível aos invertebrados do chão e se for acessível para eles, é também para o resto da cadeia alimentar. Para as galinhas, por exemplo. E as pessoas comem galinhas", resumiu.

Huerta indicou que nas moelas de galinha analisadas encontraram concentrações de microplásticos e que esse órgão é utilizado em diferentes pratos mexicanos.

A pesquisadora apontou que as pessoas com as quais falou confessaram não limpar as moelas por dentro, que somente as lavavam por fora e depois as coziam, uma prática que tem efeito preocupante.

Sobre o possível efeito do consumo de plástico que entrou na cadeia alimentar na saúde humana, a pesquisadora indicou que são necessários mais estudos a respeito, mas o considerou um "grande risco".

Huerta, que é especialista no estudo de minhocas, expôs que, dependendo da concentração e do tempo de exposição ao plástico, a mortalidade desses invertebrados aumenta de forma clara e sua fertilidade se reduz.

A pesquisadora concluiu sublinhando que, embora o acesso ao plástico melhorou a vida das pessoas, sua escassa degradação é um grande problema e deveria haver algum tipo de regulamento internacional para evitar doenças.EFE

'WOMEN ON WAVES' - Polêmico ‘barco do aborto’ visita costa do México

Navio ofereceu o serviço no estado mexicano de Guerrero por três dias (Divulgação: Women on Waves)

Um barco da Ong holandesa Women on Waves atracou na costa oeste do México na última sexta-feira, 21, para dar assistência gratuita a mulheres que desejam abortar uma gravidez. A embarcação ofereceu o serviço médico no estado mexicano de Guerrero, litoral sul do país, por três dias. No procedimento, as mulheres são levadas da costa até um navio atracado em águas internacionais, onde realizam o procedimento.

De acordo com a organização, a campanha foi feita com todas as permissões requeridas pelo México. “Os serviços prestados a bordo são regidos pelos mais elevados padrões e recomendações de médicos internacionais e da Organização Mundial da Saúde (OMS)”, informou a Ong.

Durante os três dias que esteve na costa mexicana, a Ong distribuiu pílulas abortivas para mulheres com até nove semanas de gestação. A pílula – composta por mifepristona e misoprostol – estimula o aborto espontâneo no corpo da mulher e é considerada pela OMS o método mais seguro e eficaz. A organização não realiza procedimentos cirúrgicos a bordo.

Em uma conferência de imprensa na cidade de Ixtapa, a presidente da Women on Waves, Rebecca Gomperts, afirmou que o acesso ao aborto seguro é uma questão de “justiça social” na América Latina, sobretudo após o aumento na quantidade de bebês nascidos com deformidades em decorrência do vírus da zika. Além disso, ressaltou a necessidade de que todas as mulheres do país possam interromper a gravidez com segurança. Atualmente, o aborto é permitido no México apenas em casos de violência sexual. Nos demais casos é proibido em todo país.

Outras visitas

Criado em 1999, o grupo holandês já visitou outros países, como Irlanda, Polônia, Portugal e Espanha, e gerou protestos de grupos antiaborto por onde passou. A polêmica embarcação já foi detida pelas forças armadas da Guatemala ao tentar fazer uma campanha no país e teve o acesso negado por países como o Marrocos, onde a Marinha impediu que o barco que leva as mulheres para as águas internacionais atracasse na costa.Al Jazeera

CUBA / EUA

Cuba pedirá fechamento de base naval dos EUA em evento em Guantánamo

EFE/JOHN RILEY

Cuba exigirá o fechamento definitivo da "ilegal" base naval que os Estados Unidos mantêm no território de Guantánamo, no leste da ilha, durante a quinta edição de um evento internacional que acontecerá entre os dias 4 e 6 de maio, a cerca de 30 quilômetros do território militar americano.

O 5º Seminário Internacional de Paz e pela Abolição das Bases Militares Estrangeiras contará com a presença de cerca de 200 ativistas de 25 países, entre os quais se destaca a delegação americana, a maior do evento, com 60 integrantes confirmados, disse nesta terça-feira o presidente do Movimento Cubano pela Paz (Movpaz), Silvio Platero.

Entre as personalidades que devem participar do Seminário estão a presidente do Conselho Mundial de Paz, Socorro Gomes e a coronel reformada Ann Wright, uma das principais vozes do ativismo pela paz nos EUA, que chegará junto com representantes do grupo feminino Code Pink.

Além disso, Platero ressaltou a presença de pacifistas de Okinawa, no Japão, território onde os EUA têm várias instalações militares e onde "organizações sociais e o povo impediram a criação de uma nova base americana".

"A presença de bases militares estrangeiras no mundo cresceu, portanto estamos no momento do agora 'ou nunca', quando temos que exigir com mais força seu fechamento", disse Platero à imprensa, ao reforçar que Guantánamo é a instalação militar mais antiga que os Estados Unidos mantêm em solo estrangeiro.

O ativista cubano detalhou que Cuba "não cobrou nem um único centavo pela base de Guantánamo desde 1960 por uma questão de princípios" e chamou a atenção para a singularidade de que "tanto o governo como o povo são contrários a sua presença na ilha".

Platero acrescentou que os organizadores decidiram mudar a data do evento de novembro para maio pelo "interesse de muitos dos participantes de comparecer à marcha pelo Dia dos Trabalhadores em Havana", de onde se deslocarão até a porção mais oriental da ilha caribenha.

A maioria das atividades do Seminário acontecerá na cidade de Guantánamo, a capital da província de mesmo nome - a cerca de 30 quilômetros da base - e, no último dia, os participantes se deslocarão até o povoado de Caimanera, a comunidade cubana mais próxima do enclave americano.

Nessa localidade, normalmente fora dos limites para o público por causa de sua periculosidade, será lida a Declaração Final com um gesto de "firme denúncia", indicou o presidente do Movpaz cubano.

Para Cuba, a ocupação "ilegal" de Guantánamo pelos EUA e o embargo em vigor são os maiores empecilhos no novo período de normalização vivido atualmente pelos dois países, após o restabelecimento de relações diplomáticas em julho de 2015.

A Base Naval de Guantánamo foi estabelecida quando os Estados Unidos ocuparam Cuba após derrotarem o exército espanhol na Guerra Hispano-Americana (1898) e ficou estabelecida por um convênio bilateral assinado em 1903, que deu poder aos EUA de arrendar o território pelo tempo que fosse necessário.EFE

EUROPA / ESPAÇO

EFE/Julia Talarn

A Agência Espacial Europeia (ESA) publicou nesta quinta-feira imagens sobre o avanço da fenda na extensa plataforma de gelo Larsen C, na Antártida.

Para criar esta imagem a ESA combinou as fotografias que o radar Sentinel-1 tirou nos dias 7 e 14 de abril deste ano.

O Copernicus Sentinel-1 é uma constelação de dois satélites encarregados de monitorar e descobrir eventos como este.

A especialidade do Copernicus Sentinel-1 consiste em oferecer imagens de radar a cada seis dias, inclusive quando a meteorologia dificulta a visibilidade, fator muito importante neste caso, pois a Antártida conta com vários meses de escuridão por ano.

Quando a fenda terminar de romper o iceberg, este será "um dos maiores da história", segundo a agência em comunicado.

A ESA também especificou que "o tamanho que o iceberg vai ter é difícil de predizer".

A agência também informou que as barreiras vizinhas, Larsen A e Larsen B, experimentaram um processo similar com "fragmentações espetaculares" em 1995 e 2002, respectivamente.

Barreiras de gelo como esta desempenham um importante papel como muros de contenção do gelo que se desloca para o mar.EFE

EUA - Ele luta pelo direito dos imigrantes a terem documentos nos EUA


Jose Antonio Vargas, jornalista do The Washington Post e vencedor de um Premio Pulitzer, é um dos milhões de de imigrantes sem documento, nos Estados Unidos. Em Abril de 2016 ,ele liderou um grupo de imigrantes em um protesto na Suprema Corte dos EUA. Sua luta se tornou ainda mais intensa após a eleição de Donald Trump para presidente.

terça-feira, 25 de abril de 2017

MENSAGEM DO DIA

BELÉM - 54% da população de Belém está acima do peso

(Foto: Agência Brasil)

Uma recente pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde constatou que mais de 54% dos belemenses estão acima do peso, e reiterou o crescimento de outras doenças associadas à obesidade, como o diabetes e a hipertensão. Esse preocupante quadro acaba refletindo na saúde e comportamento do morador de Belém: só nos dois primeiros meses do ano, cerca de 100 cirurgias bariátricas foram realizadas na capital parense, só no hospital estadual Jean Bitar.

Segundo dados do hospital, cerca de outros 400 pacientes ainda aguardam para serem submetidos à cirurgia, que reduz o tamanho do estômago. Além de perder perso, o procedimento diminui as chances do paciente ter outras doenças ligadas à essa condição, como diabetes e hipertensão. Os dados do MS mostram que mais da metade da população brasileira está acima do peso (54,4%), enquanto 18,9% já são obesos. O diabetes, que em 2006 atingia 5,5% da população do País, no ano passado já alcançava 8,9%. O mesmo ocorreu com o percentual de hipertensos, que onze anos trás correspondia a 22,5% dos brasileiros e atualmente chega a 25,7%.

Por outro lado, observou-se que os brasileiros estão praticando mais atividade física em seus momentos de lazer e buscando uma alimentação mais saudável, com mais ingestão de frutas e hortaliças e menos de refrigerante e sucos artificiais.

A Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) é uma pesquisa realizada anualmente pelo MS, desde 2006, por meio de entrevistas telefônicas com pessoas maiores de 18 anos, em todas as capitais brasileiras, para investigação da prevalência de doenças crônicas e seus fatores de risco e proteção. Os dados de 2016 foram liberados neste mês de abril.Agência Pará

LAVA JATO - Sérgio Moro adia depoimento de Lula

Defesa de Lula alega que apartamento é da OAS (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

O juiz federal Sérgio Moro resolveu adiar o depoimento do ex-presidente Lula do dia 3 para o dia 10 de maio. Segundo o jornal Folha de S.Paulo, foi uma resposta ao pedido da Polícia Federal, que diz precisar de mais tempo para organizar a segurança no local. Além disso, o feriado do dia 1° de maio dificultaria ainda mais a operação.

Lula será ouvido no processo que diz respeito ao triplex no Guarujá, em São Paulo. O ex-presidente é acusado de ter recebido vantagens indevidas da empreiteira OAS. A defesa de Léo Pinheiro, sócio da empresa, entregou documentos à Justiça Federal do Paraná para tentar comprovar que Lula foi beneficiado na reforma do apartamento. O empresário alega que o triplex é de Lula.

A defesa de Lula, por sua vez, apresentou na última quarta-feira, documentos de recuperação judicial da OAS em que a empresa afirma ser a proprietária do triplex do Condomínio Solaris.Folha