quinta-feira, 27 de abril de 2017

UNIVERSIDADE DE LONDRES

Encontrada evidência de uma das primeiras formas de vida na Terra

Amostras são pelo menos 300 milhões de anos mais antigas que as já conhecidas!

Um grupo de cientistas da Universidade de Londres descobriu, presos em camadas de quartzo, pequenos filamentos de bactéria que teriam vivido há 3,7 bilhões de anos. As amostras são quase 300 milhões de anos mais antigas que as primeiras evidências de vida encontradas anteriormente.

Matthew Dodd, responsável pelo estudo, explica: “Nossa descoberta dá fundamento à ideia de que a vida surgiu dos respiradouros hidrotermais dos fundos marinhos pouco depois da Terra ter se formado”. O pesquisador acredita que esses novos dados vão lançar luz sobre muitos aspectos inexplorados da história da vida: “Essa descoberta nos ajuda a reconstruir a história do nosso planeta e ajudará também a identificar rastros de vida em outras partes do universo”.

Se confirmada a veracidade desses dados, será possível determinar que a vida teve início na Terra em um momento em que tanto nosso planeta quanto Marte possuíam água em estado líquido em suas superfícies. Infobae
Imagem: Domínio público

Nenhum comentário:

Postar um comentário