terça-feira, 25 de abril de 2017

BRASIL / ESPANHA

Temer e Rajoy elogiam respectivas reformas e visualizam novos investimentos

EFE/Joédson Alves

O presidente Michel Temer e o chefe do Governo da Espanha, Mariano Rajoy, elogiaram nesta segunda-feira as respectivas reformas econômicas implementadas por seus respectivos países e disseram considerar que há um caminho aberto para novos investimentos de empresas espanholas no Brasil.

Com uma reunião no Palácio de Planalto, Rajoy iniciou uma visita oficial ao Brasil, a primeira de um líder europeu desde que Temer chegou ao poder, em agosto de 2016.

As relações bilaterais, a situação na América Latina e o futuro acordo de associação entre a União Europeia (UE) e Mercosul foram alguns dos assuntos na agenda dessa reunião.

Temer, que ressaltou que a visita de Rajoy é a primeira de um chefe do Governo espanhol com caráter bilateral em nove anos, falou sobre o grande investimento de empresas espanholas no Brasil e destacou o fato de que mantiveram esse compromisso inclusive na época de crise vivida pela Espanha.

Agora, ele acredita que se abre "um novo período, um terceiro grande momento" de investimentos espanhóis no Brasil".

Rajoy disse considerar que o potencial das relações entre os dois países é "imenso" e espera que sua viagem ao Brasil sirva para aproveitá-lo plenamente.

Além disso, ele destacou que a presença empresarial da Espanha no Brasil é muito forte e que as empresas espanholas acreditam que mostraram que seu compromisso com o país é permanente.

Rajoy lembrou que o governo brasileiro tem planos muito ambiciosos para sua economia, à altura do imenso potencial do país.

"Por tudo isso, estou absolutamente convencido de que ainda há uma ampla margem para incrementar a presença das empresas espanholas no Brasil, bem como para potencializar nosso comércio bilateral", acrescentou.

Já Temer elogiou as reformas implementadas na Espanha por Rajoy e as considerou uma "referência" para o Brasil, porque acredita que há muitas semelhanças entre os dois países.

Entre as reformas aplicadas na Espanha, o presidente se referiu concretamente à trabalhista, e explicou que Rajoy comentou hoje que seu governo teve que fazer frente a muitas dificuldades, inclusive algumas greves, para desenvolvê-las.

"Hoje, Rajoy é aplaudido por todos os espanhóis, levando em conta as reformas aprovadas ao longo do tempo", afirmou.

Rajoy parabenizou Temer pelas reformas que empreendeu e lhe transmitiu sua convicção de que, "a médio prazo, a seriedade na gestão dos assuntos públicos sempre é recompensada".

Para o chefe do Governo espanhol, a criação do marco adequado para que a iniciativa privada possa florescer em termos de previsibilidade, segurança jurídica e sustentabilidade das contas públicas é a chave para que as sociedades possam prosperar.

A respeito do futuro acordo entre a União Europeia e o Mercosul, Temer revelou que Rajoy lhe reiterou que a Espanha vai fazer o possível para que se torne uma realidade o mais rápido possível.

Em seus elogios a Rajoy, Temer disse que é "uma figura importante que já fez história na amizade entre Espanha e Brasil". E o presidente espanhol ratificou seu apoio ao acordo de associação entre os dois blocos frente às "tentações protecionistas".

"A Espanha sempre foi e continuará sendo uma decidida defensora do acordo de associação União Europeia-Mercosul", ressaltou Rajoy, além de expressar satisfação pelos avanços conseguidos na última rodada de negociações sobre este pacto, realizada em Buenos Aires no mês passado.

Após a reunião e antes do pronunciamento conjunto à imprensa, Temer e Rajoy presidiram a assinatura de uma série de acordos em matéria de infra-estruturas e transporte, cooperação para o desenvolvimento, cooperação econômica e comercial, recursos hídricos e colaboração entre as escolas diplomáticas dos dois países.

Além disso, ambos tiveram uma reunião com empresários espanhóis com interesses no Brasil.

A economia será o foco da agenda do segundo compromisso da viagem de Rajoy ao Brasil. Em São Paulo, ele comparecerá hoje ao ato de lançamento do cabo submarítimo de telecomunicações Telebras-Islalink e, em seguida, fechará o I Fórum social Espanha-Brasil.

Amanhã, em uma agenda com caráter econômico, Rajoy se reunirá com o governador de São Paulo, Geraldo Alckim, e com representantes da comunidade espanhola no estado antes de inaugurar um encontro entre empresários de Brasil e Espanha. EFE

Nenhum comentário:

Postar um comentário