segunda-feira, 1 de maio de 2017

ELEIÇÕES FRANCESAS - Campanha de Macron proíbe agências de notícias russas em eventos

Macron é visto como favorito para vencer as eleições francesas em 7 de maio contra Marine Le Pen (Foto: Wikimedia)

A Rússia acusa a equipe de campanha do candidato francês à presidência, Emmanuel Macron, de discriminação contra a mídia do país, alegando que eles proibiram as agências de notícias russas de irem a seus eventos.

Um porta-voz de Macron confirmou que a agência de notícias Sputnik e o canal RT TV foram barrados, dizendo que eles emitem propaganda russa e divulgam notícias falsas. Ele não deu exemplos específicos de notícias falsas.

Macron é visto como favorito para vencer as eleições francesas em 7 de maio contra Marine Le Pen. O candidato assumiu uma linha dura de sanções da União Europeia contra Moscou em relação à crise da Ucrânia. Le Pen, por outro lado, é admiradora do presidente russo, Vladmir Putin, apoiando o lado russo na crise.

O Kremlin tem se irritado com acusações da campanha de Macron, que alega que suas bases de dados e redes estão sob ataque de lugares dentro da Rússia, alimentando a suspeita de que o país está tentando ajudar Le Pen. Moscou rejeita as acusações.

No mês passado, a Rússia concedeu uma audiência a Le Pen no Kremlin. No entanto, Moscou diz que não está apoiando nenhum candidato na eleição francesa.The Guardian

Nenhum comentário:

Postar um comentário