quinta-feira, 4 de maio de 2017

MEDO DE ESPIONAGEM

China exige que EUA retirem escudo antimísseis da Coreia do Sul

Lançamento do sistema THAAD, na Coreia do Sul (Foto: Reuters/Defesa dos EUA)

O governo da China exigiu que os Estados Unidos retirem da Coreia do Sul o Terminal de Defesa Aérea para Grandes Altitudes (THAAD, na sigla em inglês), sistema antimísseis instalado na semana passada no país como forma de defesa contra um potencial ataque da Coreia do Norte. Segundo Pequim, o sistema pode servir de ferramenta de espionagem de Washington.

O sistema de defesa é capaz de derrubar mísseis balísticos de curto e médio alcance em sua fase final de voo. Ele foi implantado num antigo campo de golfe, na província de Seongju, sul da Coreia do Sul. Apesar de já estar funcionando, a capacidade do sistema vai aumentar no fim do ano, com a chegada de outros componentes.

Pequim impôs uma série de medidas consideradas represálias econômicas contra a Coreia do Sul pela montagem do sistema, incluindo a proibição de grupos turísticos.

Segundo especialistas, a atual bateria do escudo não seria suficiente para proteger toda a Coreia do Sul. Seria necessário instalar mais duas ou três baterias do tipo. Alguns residentes de Seongju estão preocupados que a província vire alvo da Coreia do Norte.

Os Estados Unidos têm seis sistemas antimísseis ao redor do mundo, incluindo em Guam (na Micronésia) e no Havaí, para proteger seus territórios de ataques.Independent

Nenhum comentário:

Postar um comentário