quarta-feira, 19 de julho de 2017

ELEIÇÕES INDIANAS - Índia terá o 2º presidente da casta dos dalits, ‘os intocáveis’

Kovind é tido como favorito para assumir a presidência (Foto: Facebook)

O parlamento indiano votou nesta segunda-feira, 17, para escolher o novo presidente do país. A disputa será entre dois candidatos provenientes da marginalizada casta dos dalits, chamados também de “intocáveis”.

Os 4.896 representantes parlamentares das câmaras baixa e alta e das assembleias regionais deverão escolher entre Ram Nath Kovind, ex-governador do estado de Bihar, e Meira Kumar, que foi presidente do parlamento entre 2009 e 2014. O nome do substituto do atual presidente, Pranab Mukherjee, deve ser anunciado nesta quinta-feira, 20.

Enquanto Kumar foi escolhida para representar o partido de oposição na eleição presidencial, Kovind é apoiado pelo partido conservador Bharatiya Janata Party (BJP) do primeiro-ministro, Narenda Modi. Por ser o partido de maior expressão parlamentar atualmente, Kovind é tido como favorito para assumir a presidência.

O apoio a Konvid é visto como uma estratégia dos nacionalistas hindus do BJP de se consolidar na comunidade dalit, que hoje são cerca de 200 milhões de pessoas, e com isso ter controle sobre os cargos públicos do país. Caso a eleição de Konvid se confirme, Narenda Modi fortalece sua posição para uma candidatura a um segundo mandato em 2019.

Kumar tem usado as raízes políticas de Kovind para tentar fortalecer sua campanha presidencial. Ela disse a jornalistas que sua candidatura trava um combate contra a ideologia que seu concorrente representa – baseada em uma Índia hindu, o que a opositora considera preocupante devido à política sectária praticada pelo governo Modi. “Respeito Kovind, a minha luta não é contra ele, mas sim contra a ideologia que ele representa”, disse Kumar.

Embora o primeiro-ministro seja o cargo responsável pelas funções de chefe do Executivo do país, na Índia o cargo de presidente é considerado o mais importante da Constituição, estando acima da competição política. O presidente tem papel para as crises políticas, como, por exemplo, em casos de eleição parlamentar inconclusiva, quando cabe ao presidente decidir qual o partido com melhor hipótese para formar governo.

Será a segunda vez na história que a Índia terá um presidente vindo da camada social mais baixa do país, que foi oprimida durante séculos – o primeiro foi Kocheril Raman Narayanan, que ocupou o cargo entre 1997 e 2002.The Guardian

Nenhum comentário:

Postar um comentário