segunda-feira, 24 de julho de 2017

MANOBRA POLÍTICA

Nova estratégia de Temer: votos por cargos

Liberar verbas e aumentar corpo a corpo estão entre as estratégias de Temer (Foto: Wikimedia)

Depois de distribuir R$ 15 bilhões em programas, aumentar o corpo a corpo com parlamentares, agora a estratégia de Michel Temer é trocar cargos por apoio político. Nos últimos dias, essa negociação ficou clara. A informação é do Globo.

Na última quarta-feira, 19, Temer recebeu, fora da agenda oficial, o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, e sua filha, a deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ).

O deputado Wladimir Costa (SD-PA) explica como as conversas estão acontecendo. Segundo ele, Temer não oferece nada diretamente, mas os próprios parlamentares pedem. “Somente alguns parlamentares hipócritas não vão assumir, mas é obvio que, após a reunião com o presidente, a gente vem com aquela história: ‘Mas, presidente, eu gostaria de trazer demandas do estado, do município, do governo do estado’. A gente aproveita o barco e pede. Na realidade, não é o governo que está atrás disso, os parlamentares é que estão procurando, pedindo audiência, aproveitando a oportunidade. O Temer tem que ser assim. Aos amigos, as flores; aos inimigos, coroa de espinhos”, disse o deputado Wladimir Costa (SD-PA).

Na última quarta-feira, 19, o Planalto aumentou a segurança do gabinete presidencial, instalando um “misturador de voz” para impedir possíveis gravações. “Ele não propõe nada, ele pede apoio, mostra cópia da denúncia, diz que é inócua, mas não oferece nada. Vai que alguma pessoa queira gravá-lo novamente numa situação dessas. Ele diz que vai ver o que pode fazer. ‘O que for possível ajudar no seu estado, vamos fazer’. Ele vê quais são os ministérios, quem pode resolver. O presidente encaminha. Faço cara de coitadinho para ele. Se me der alguns cargos, eu quero. Quero indicar, tenho até os nomes, tenho até currículos no gabinete”, diz o deputado.O Globo


Nenhum comentário:

Postar um comentário