quinta-feira, 13 de julho de 2017

REINO UNIDO - Compra da Sky News pela Fox gera debate sobre monopólio

A radiodifusão é rigorosamente regulamentada no Reino Unido (Foto: Youtube)

Há mais de seis meses o 21st Century Fox, o conglomerado de mídia de Rupert Murdoch, anunciou a proposta de compra de 61% das ações da emissora de televisão Sky News. O acordo foi aprovado pelas autoridades responsáveis pela política de concorrência da Comissão Europeia. Mas após um parecer do órgão regulador das telecomunicações do Reino Unido Ofcom, a secretária de Cultura, Karen Bradley, pediu que fosse feita uma investigação mais profunda sobre o impacto da compra na pluralidade dos meios de comunicação do país.

A preocupação do Ofcom refere-se ao temor que Murdoch transforme um respeitado canal de notícias independente em uma versão britânica da emissora de direita Fox News dos EUA. Há o receio também que o grupo empresarial de Murdoch, que já controla os jornais The Sun e The Times no Reino Unido, aumente sua influência “sobre o processo político” no país.

No entanto, ao contrário da mídia impressa, a radiodifusão é rigorosamente regulamentada no Reino Unido, com a finalidade de garantir a neutralidade política. Seria difícil para Murdoch interferir no conteúdo editorial da Sky. David Elstein, diretor de programação da Sky na década de 1990, disse que, embora Murdoch tivesse controle operacional sobre a emissora com sua participação acionária de 39%, ele nunca “tentou influenciar a Sky News”.

Segundo Elstein, é possível que Murdoch para tranquilizar as autoridades, desse a todos os membros do conselho editorial, não só à maioria, poder decisório na escolha da programação e do conteúdo das notícias ampliando, assim, a independência editorial da Sky News. Agora, resta esperar a decisão do governo britânico.The Economist

Nenhum comentário:

Postar um comentário