terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

SAÚDE - Parasitas e bactérias podem mudar forma de pensar e sentir

Um grilo pode se suicidar por conta de um verme (Foto: Pixabay)

Quando vermes nematomorpha se hospedam em grilos, os grilos acabam se suicidando ao se jogarem na água e afundarem, já que estes vermes costumam viver na água e querem voltar a viver ali. Quando parasitas trematodos infectam caracóis, os caracóis ficam com olhos dilatados e vermelhos. Estas histórias horríveis não estão restritas apenas aos invertebrados.

Os humanos podem se contaminar com o toxoplasma gondii, por exemplo, ao entrarem em contato com fezes de um gato ou comendo carne crua. Ao redor do mundo, acredita-se que haja de 30% a 40% de pessoas infectadas com o toxoplasma gondii.

Quando humanos entram em contato com toxoplasma gondii, os homens são mais propensos a estarem envolvidos em acidentes de carro por conta de seu comportamento de risco. Além disso, eles ficam mais agressivos e ciumentos. Enquanto isso, as mulheres ficam mais propensas a cometer suicídio. Já foi sugerido que toxoplasma gondii pode estar envolvido com a demência, com o transtorno bipolar, o transtorno obsessivo-compulsivo e com o autismo. Já há evidência em mais de 40 estudos de que pessoas com esquizofrenia têm níveis elevados de anticorpos IgG contra o toxoplasma gondii.

Além disso, micróbios intestinais que quebram a comida podem estar diretamente relacionados com a produção de serotonina no cólon e no sangue, o que pode ocasionar comportamentos ansiosos, por exemplo. Por isso, há a possibilidade de que, no futuro, haja tratamento para a ansiedade e a depressão a partir de microbiomas saudáveis.Independent

Nenhum comentário:

Postar um comentário