terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

NOVA ZELÂNDIA - Centenas de baleias morrem após encalhe coletivo na Nova Zelândia

Encalhe coletivo em Farewell Spit, na região de Golden Bay (Foto: DOC/Deb Price)

O Departamento de Conservação (DOC) da Nova Zelândia encontrou 416 baleias-piloto encalhadas em Farewell Spit, na região de Golden Bay. Os funcionários do DOC e vários voluntários passaram a manhã tentando salvar as sobreviventes.

Andrew Lamason, o líder da equipe do DOC disse que este foi um dos maiores encalhes coletivos no país. Não se sabe a razão do encalhe, apenas que a região da Golden Bay é propensa à situação por conta de suas águas rasas.

Às 10h30 da manhã no horário local, as 100 baleias sobreviventes foram recolocadas nas águas, mas no começo da tarde pelo menos 90 delas voltaram para a praia. Agora os funcionários e quase 500 voluntários estão tentando mantê-las vivas até a próxima maré alta.

Lamason explica que é comum que baleias envolvidas em um encalhe coletivo voltem à praia porque são animais sociáveis e querem estar próximas das outras. A maioria delas, no entanto, está morta na praia.

“Nós estamos tentando colocar as baleias no mar e guiá-las porque elas não conseguem se orientar, elas vão para onde elas querem ir. A menos que elas tenham líderes fortes que decidam dirigir o grupo para o mar, as baleias sobreviventes vão ficar na praia com seu grupo”, diz Lamason.

Lamason diz que encalhes coletivos são eventos exaustivos. Por isso, as pessoas que não são fortes o suficiente e preparadas para lidar com o trauma, não devem ficar na praia ou tentar ajudar no resgate. “Está frio, está molhado e alguns de nós está dentro e fora da água por nove horas, nós só podemos contar com voluntários fortes, não aqueles que vão se abater, o que acontece frequentemente”, explica.

A praia ainda está com os corpos de cerca de 300 baleias-piloto que morreram durante a madrugada. O plano é colocar os corpos no mar para se decomporem naturalmente enquanto os funcionários e voluntários se concentram nas sobreviventes.

Em 1918, mil baleias encalharam nas ilhas Chatham e em 1985, 450 na ilha Great Barrier. Segundo o projeto Jonah, um grupo de resgate de baleia, a Nova Zelândia tem um dos mais altos índices de encalhe no mundo. Uma média de 300 baleias e golfinhos vão para as praias todo ano.

Ainda não se sabe as razões pelas quais as baleias encalham. Mas acredita-se que seja uma combinação de fatores, com baleias mais velhas, doentes ou machucadas, o grupo fica vulnerável. Erros de navegação são comuns principalmente quando as baleias estão procurando comida ou evitando predadores como as orcas. Apesar dos encalhes serem recorrentes, eles geralmente envolvem um ou dois animais.The Guardian

Nenhum comentário:

Postar um comentário